terça-feira, 25 de abril de 2017

“Prefeito mente e tenta jogar a população contra a Câmara de Vereadores”

Flávio Azevedo
O presidente da Câmara, Reginaldo Ferreira Dutra, o Reis (PMDB); durante seu pronunciamento.
Apesar da frase “muita calma nessa hora!”, proferida pelo vereador Cláudio Fonseca de Moraes, o Claudinho do Bumbum Lanches (PR), na sessão Legislativa da última quinta-feira (20/04), parece que alguns vereadores perderam a paciência com o prefeito José Luiz Antunes (PP). Dessa vez o estopim do desentendimento foram as respostas do poder Executivo a Requerimentos Legislativos que pediram esclarecimentos sobre o trâmite legal para a realização do Carnaval 2017; e um Ofício sobre um contrato entre a Prefeitura e o Espaço de Festas Ceccarelli supostamente celebrado no mandato anterior. O prefeito foi chamado de “mentiroso”. Os mais exaltados eram o presidente da Câmara, vereador Reginaldo Ferreira Dutra, o Reis (PMDB); e o vereador Humberto Belgues (PSL).
– Eu não estou entendo as colocações do prefeito, que está confundindo Reginaldo com o presidente da Câmara. Está faltando respeito do prefeito com o Legislativo. Quando ele manda uma resposta ofensiva, agressiva, ignorante – do jeito que ele é –, ele está tratando os vereadores como se estivesse lidando com os funcionários da fazenda e do posto de gasolina dele. Ele que em suas palavras mentirosas – que diz existir dívida de R$ 70 milhões e até, hoje não provou nada – disse que o Espaço Ceccarelli foi alugado por R$ 40 mil mensais. Perguntei se ele tinha provas e ele disse que sim. Ou seja, mentiroso é o prefeito, que até agora não mandou resposta e os 10 vereadores, inclusive os parlamentares da bancada dele, estavam presentes – disparou o presidente, ressaltando ser desnecessário esse confronto.

Na única reunião entre o prefeito Mandiocão e os vereadores, ainda em janeiro de 2017, o chefe do Executivo disse que a Câmara Municipal é a grande responsável pelo fato do município ter sido encontrado por ele uma terra arrasada. “Faltou fiscalização do poder Legislativo”, teria dito o prefeito aos 10 parlamentares, ignorando o fato de que a sua vice-prefeita, por exemplo, era uma das integrantes do colegiado que esteve na Câmara Municipal entre os anos de 2013 e 2016. Nesse encontro, o prefeito teria citado um suposto contrato entre o município e o Espaço de Festas Ceccarelli e teria dito que a Prefeitura pagava R$ 40 mil por mês. O vereador Reis disse que pediria Informação sobre esse contrato, que segundo fontes nunca existiu.
– Certamente o prefeito deu essa declaração por estar impregnado por informações de terceiros. Agora, quando viu realmente o contrato e percebeu não ser exatamente o que lhe contaram, a maneira que ele encontrou de não ficar mal foi mandar uma resposta onde ele tenta desviar o foco da bobagem que falou na reunião com os vereadores – comenta com a nossa reportagem, uma velha raposa política que acompanha atentamente esse imbróglio. 

Vereador Humberto Belgues (PSL).
Para o vereador Humberto Belgues, a lógica do “dois pesos, duas medidas” por parte do governo e seus interlocutores é clara. “O chefe do Executivo pediu, nessa reunião que teve conosco, que os vereadores fizessem o seu papel de fiscalizar, mas, agora, quando tomamos essa atitude, atendendo a sugestão do próprio prefeito, somos rotulados como oposição”, disparou o vereador Humberto Belgues. Ainda segundo o parlamentar, o chefe do Executivo está sendo deselegante, inclusive, com os vereadores da sua base e aqueles que estiveram do lado dele na legislatura passada.
– A ex-prefeita Solange tinha aqui nessa casa apenas cinco vereadores. A outra metade era oposição e todos ligados a Mandiocão. Ele esqueceu que a sua vice-prefeita foi vereadora até 31/12/2016. Esqueceu que os vereadores, Claudinho do Bumbum Lanches e Marlene Carvalho, integram o seu grupo político e eram vereadores na legislatura passada. Ele está esquecendo que os ex-vereadores, Jubinha e Aissar Elias, sempre foram ligados ao seu grupo político e não eram alinhados a ex-prefeita. Por que esses cinco vereadores não fiscalizaram os Atos da ex-prefeita? – questiona Humberto.

Para o presidente da Câmara, “o prefeito está no seu quarto mandato e ainda não aprendeu cumprir a Lei e tão pouco lidar com a coisa pública”. Também gerou indignação entre alguns parlamentares as notícias de que o prefeito estaria dizendo que “consegue governar e não precisa de vereador”. A opinião da maioria dos vereadores é de que “o chefe do Executivo está gerando um clima que não é bom para ninguém”.
– Enquanto isso, os postos de Saúde estão sem médico, pessoas que trabalharam em dezembro de 2016 ainda não receberam, pessoas estão deixando os seus cargos por pura perseguição política; tivemos filho nomeado no lugar da mãe e quando você pergunta sobre esses temas aos integrantes da equipe do prefeito ninguém sabe de nada. As kombis seguem transportando os alunos da rede municipal de maneira irregular e não é por iniciativa do secretário de Educação. Responde um ofício de maneira abusiva e segue cometendo crime em cima de crime. Cadê o balancete, que até hoje não subiu? – disparou o vereador Reis.

Nota da Redação: quem acompanha a política riobonitense há mais tempo e conhece o modus operandi do prefeito Mandiocão, não está surpreso com essa queda de braço entre Executivo e Legislativo. Comprar briga com os vereadores é uma tática que foi usada em todos os seus mandatos. Nasce desses históricos embates, o slogan “deixa o homem trabalhar” (2008), uma tremenda conversa fiada que visa apenas insuflar o ego dos puxa sacos e irritar adversários. Enquanto a população presta atenção nesse teatro, assuntos relevantes deixam de ser debatidos e Atos questionáveis não são percebidos pela população e até pelos próprios vereadores.

Nesse momento, a queda de braço promovida por Mandiocão é intencional e tem duas pretensões. A primeira é ser uma cortina de fumaça sobre os seus Atos falhos. A segunda e mais importante é jogar no esquecimento, o fato de que ele está no mandato amparado por uma frágil liminar que pode ser indeferida a qualquer momento, bastando apenas desagradar o ‘padrinho’ que conseguiu a proeza de fazer o Judiciário interferir na decisão de outro poder (Legislativo), para que ele fosse candidato nas eleições de 2016.

Abaixo, a integra da sessão Legislativa de 20/04/2017.


Troca de tiros entre bandidos e policiais termina com um morto e outro ferido em Itaboraí

Flávio Azevedo
Um homem morreu e outro ficou ferido numa troca de tiros entre marginais e policiais militares na noite dessa segunda-feira (24/04), em Itaboraí. Segundo o registro, o fato aconteceu numa localidade conhecida como “Curva do Fogo”, em Itambi. Segundo os policiais, nesse trecho existe um antigo ponto de venda de drogas. Os policiais estavam em patrulhamento e encontraram um Fiat Pálio, cor escura, placa KVD – 6647, segundo registro, roubado. 

Foi dada a ordem de que parassem, mas o condutor do veículo tentou fugir e tiros foram desferidos contra a guarnição, que revidou os disparos. A ação foi rápida. Um bandido foi morto e o outro ficou ferido. A identidade dos marginais não foi revelada. O ferido foi socorrido e encaminhado ao Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Na ação os policiais recuperaram o veículo roubado e apreenderam uma pistola. 

A Segurança Pública não é a prioridade dos que governam

Flávio Azevedo
O "Conexão Flávio Azevedo" dessa segunda-feira (24/04), quando acabo de saber de outro roubo de veículo, hoje, por volta das 22h, na Bela Vista/RB; é sobre Segurança Pública! Será que as autoridades estão vendo o que está acontecendo em Rio Bonito e Região? Vale destacar que Segurança não se faz apenas com Polícia, mas com um planejamento conjunto entre sociedade e poder público.

Há anos a classe política pensa que investir no social é distribuir cesta básica, colchonetes, distribuir Bolsa Família e empregar puxa sacos. O pior é que a sociedade acaba sendo conivente, quando escolhe oferecer o voto a esses assistencialistas. Se parte das autoridades é desinteressada e não está preocupada com política pública; parte da sociedade é desprovida de espírito público e toma suas decisões sob a lógica do "farinha pouca, meu pirão primeiro".

Presidente da OAB Rio visita futuras instalações da 35ª Subseção da OAB

Paula Brito
O presidente da Seccional da OAB, Felipe Santa Cruz, na sede do futuro endereço da 35ª Subseção.
O presidente da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, esteve em Rio Bonito, na última semana, para conhecer o local da futura sede da 35ª subseção. Durante a visita, o presidente César Gomes de Sá, tratou de assuntos relevantes à advocacia nos municípios de Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá, e pactuou agendas de trabalho em comum à OAB/RJ.

Também participou da visita, o diretor do Departamento de Apoio às Subseções (DAS), Carlos Andre Rodrigues Pedrazzi, e representantes das comissões da subseção. Durante o evento, Felipe Santa Cruz falou sobre os objetivos da atual gestão da OAB/RJ e do constante esforço para atender com excelência a todas as subseções.
– Construir novas sedes e alocar nossos 63 representantes regionais, conferindo capacidade de atendimento aos advogados de todo o Estado, continua sendo uma das prioridades de nosso mandato. Em breve, entregaremos mais uma sede para os advogados de Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá, com toda a rede funcional que temos espalhada pelo Rio de Janeiro, computadores para o peticionamento, escritórios compartilhados e o mesmo padrão de qualidade que criamos anos atrás. A 35ª subseção segue muito bem representada pelo amigo César Gomes de Sá, que merece todo o nosso respeito e admiração, pois desempenha seu papel de forma totalmente voluntária e ajuda a construir uma OAB cada vez mais forte – afirmou.

De acordo com César, a visita foi muito importante, para que fosse possível tratar de assuntos relevantes aos municípios abordados pela subseção. “Conseguimos tratar de questões urgentes para a advocacia das três comarcas, principalmente no que diz respeito à prestação jurisdicional. Foi uma visita bastante proveitosa e acredito que construiremos uma agenda interessante para esse ano de 2017”, disse.  Sobre a nova sede da subseção, César comemora a nova aquisição e fala sobre os benefícios para toda a comunidade. 

Segundo ele, o novo auditório terá a capacidade de comportar 100 pessoas e será aberto à população para reuniões de conselhos, associações, escolas, etc. “Esse é um desejo antigo da seccional, de que pudéssemos entregar aos advogados uma sede mais moderna e com melhores condições de trabalho. Felizmente conseguimos uma mudança de endereço com baixo custo, segurança e muitos avanços, além de um grande auditório. É uma conquista para todos”, finalizou César.
  
OAB busca Justiça Federal 

Atualmente, uma das metas da Subseção é a de trazer uma sede da Justiça Federal para o município de Rio Bonito. Segundo César, essa é uma necessidade latente, visto que, a Justiça Federal que abrange o município está localizada em Niterói. “Muitos cidadãos não tem a mínima condição se dirigir à Niterói, esse é um grande problema para a sociedade como um todo, pois são assuntos de extrema relevância a se tratar”. 

Enquanto aguarda o desenrolar com a Justiça Federal, o presidente anunciou também a aquisição de uma nova sede para a entidade e de um estacionamento, em frente ao Fórum de Rio Bonito. “Nos próximos meses nós entregaremos esse estacionamento exclusivo para os advogados e advogadas que acessam o espaço. Essa era uma reclamação recorrente, principalmente das advogadas que precisam percorrer grandes distancias até chegarem ao local de trabalho”, contou.

35ª Subseção da OAB cria projeto voltado para a mulher

Paula Brito
No último mês de março, a 35 ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) comemorou uma série de conquistas que pretendem impactar positivamente sua atuação nos municípios de Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá. Um dos mais importantes é o ‘OAB Por Elas’, um projeto voltado para mulheres em situação de risco. Em homenagem ao mês das mulheres a subseção iniciou os atendimentos do “OAB Por Elas”. A iniciativa oferece orientação jurídica gratuita para mulheres dos municípios de abrangência da OAB que sejam vítimas de violência doméstica.

Coordenado pela Comissão OAB Mulher e pela diretoria, a ação proporciona auxilio informativo sobre quais os caminhos as mulheres devem adotar, a fim de obter uma vida mais segura.  O atendimento é realizado apenas por mulheres advogadas e todo o processo é sigiloso.
– Nós queremos colaborar para o empoderamento dessas mulheres, orientá-las e esclarecer tudo sobre seus direitos. Nós estaremos aqui para informar sobre requerimentos, exames de corpo de delito, medidas de afastamento do agressor, solicitação de policiamento para a busca de pertences, atendimento psicológico e assistência social, entre outros – disse a presidente da comissão, Paula Carvalho.

O “OAB por Elas” é realizado por um grupo integrado de mulheres da Comissão OAB Mulher, articuladas com órgãos públicos e instituições voltadas para o atendimento à mulher. “Nós estabelecemos contato com o Ministério Público, a Defensoria Pública, Prefeituras e instituições que já trabalham com ações pertinentes aos objetivos do projeto, para que possamos encaminhar as vítimas às autoridades cabíveis. A OAB buscará a efetividade, bem como a formulação de politicas públicas que venham a tornar cada vez mais palpáveis os sistemas de proteção à mulher”, afirmou o presidente César Gomes de Sá. 

Inicialmente o projeto está sendo realizado uma vez ao mês na sede da subseção, em Rio Bonito. Mas segundo César, a proposta é que haja atendimento nos demais municípios da área da Subseção. Para usufruir do serviço, basta entrar em contato com a subseção, através do telefone 2734-0757 e agendar o atendimento.

Vereador Luciano Lucio vai a Brasília em busca de recursos para Tanguá

Flávio Azevedo
Nessa segunda-feira (24/04), o nosso entrevistado foi o vereador Luciano Lucio (PSDB), que nos recebeu em seu gabinete, na sede do Legislativo tanguaense, para falar sobre a sua visita a Brasília. Na Capital Federal, aonde o parlamentar chegará nessa terça-feira (25), ele vai buscar Emendas que reforcem o orçamento de Tanguá e, consequentemente, atendam alguns anseios da população.

De acordo com o vereador, até quinta-feira (27) ele irá peregrinar por cerca de 15 gabinetes entregando Ofícios, protocolando pedidos e encontrando com deputados federais. Por conta dos novos rumos que a política brasileira está tomando, o vereador acredita que esse será o caminho que os deputados federais terão que percorrer para alcançar o eleitor, o trabalho pelas suas bases.

O vereador também conversou com a nossa reportagem sobre a crescente violência que atinge nossa Região e concorda que esse fenômeno é fruto do histórico desequilíbrio social do nosso país. “Precisamos deixar a hipocrisia de lado e entender que muito daquilo que precisa ser mudado deve começar conosco”, ponderou Luciano.

O vereador Luciano Lúcio é presidente da Câmara de Tanguá
Em Brasília o presidente da Câmara de Tanguá estará acompanhado de outros três vereadores (Peixotinho, Crioulo e Juliano Cardoso) e do prefeito Valber Carvalho (PTB). Os pleitos levados por Luciano são indicações feitas pela própria população e entidades. São eles:

* Instalação de Centro de Memória e Expografia. Pedido encaminhado por Rodrigo Rangel que será encaminhado aos gabinetes de Otávio Leite (PSDB) e Altineu Cortes (PMDB);

* Instalação e Compra de Equipamentos para Abertura de Clínica Veterinária Municipal para Atendimentos de Animais de Pequeno Porte. Pedido de Andrea Marins que será encaminhado ao gabinete de Sóstenes Cavalcanti (DEM);

* Anistia aos ex-servidores da Administração Pública Federal Direta, Autarquia e Fundacional, Exonerados em Virtude de Adesão, a partir de 21/11/96, a Programas de Desligamento Voluntário. Pedido de Carlos Carvalho que será encaminhado aos gabinetes de Arnaldo Faria de Sá (PTB) e Miro Teixeira (REDE);

* Equipagem, apoio e estruturação de Lona Cultural em Tanguá. Pedido da comunidade tanguaense e do empreendedor cultural, Zeca Novais. Será encaminhada ao gabinete de Hugo Leal (PSB);

* Implantação de Câmeras de Vídeo Monitoramento. Pleito da população tanguaense que será destinado ao gabinete de Sérgio Zveiter (PMDB);

* Modernização da Rede de Iluminação Pública da Ciclovia do município, um pedido Geórgia Duarte que será encaminhado ao gabinete de Felipe Bournier (PROS);

* Ampliação e melhorias da iluminação da BR 101 por todo trecho que corta o município de Tanguá. Pedido de Elma Magalhães, também destinado ao gabinete de Felipe Bournier (PROS);

* Dar o nome do saudoso ex-vereador, Aurino Lima; ao viaduto que corta Tanguá. Um pedido de Alexandre Brito. Será encaminhado ao gabinete de Marcelo Delaroli (PR);

* Difusão Cultural, um pedido de Marlon Diniz que será encaminhado ao gabinete de Marcelo Delaroli (PR);
* Aquisição de Ônibus para o Transporte Universitário. Pedido de Angelo Silva Santos que será destinado ao gabinete de Paulo Feijó (PR);

* Cursos Profissionalizantes visando o mercado atual, a produção agrícola de Tanguá e o futuro Parque Industrial. Um pedido do Netinho Cardoso que será destinado ao gabinete de Arolde de Oliveira (PSC);

* Infraestrutura para Educação Básica, Esporte e Lazer. Pedido de Elton Luiz Borguezom. Será encaminhado ao gabinete de Cristiane Brasil (PTB); 

* Equipagem, Apoio e Estruturação da Associação dos Diabéticos de Tanguá (ADIFAT), um pleito de Ana Maria Batista de Souza, que será destinado ao gabinete de Laura Carneiro (PMDB);

* Infraestrutura para Sociedade Pestalozzi, um pedido de Fernando Gac, que será encaminhado ao gabinete de Otávio Leite (PSDB);

* Equipagem, Apoio e Estruturação de Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) em Iguaba Grande. Um pedido de Paula Viana que será destinado ao gabinete de Otávio Leite (PSDB);

* Cursos profissionalizantes direcionados ao Mercado de Trabalho da Região dos Lagos. Um pleito do Ciep José Elias que será destinado ao gabinete de Soraya Santos (PMDB).

segunda-feira, 24 de abril de 2017

CAARJ promove vacinação contra a gripe em Rio Bonito

A Campanha de Vacinação contra a gripe, promovida pela Caixa de Assistência dos Advogados do Rio (Caarj), chega a Rio Bonito nessa terça-feira (25/04). Advogados e estagiários de Direito, mediante a apresentação da carteira da Ordem, poderão se vacinar das 14h30min às 17h, no fórum da cidade. Em contrapartida, a Caarj solicita a doação de uma lata de leite em pó, que serão distribuídas para entidades filantrópicas.

Neste ano, serão 15 mil doses disponíveis para o Rio de Janeiro. Neste mês de abril, ainda receberão as ações de vacinação cidades como Piraí, Barra do Piraí, Itaboraí e São Gonçalo. A Caarj imuniza os advogados do estado contra a gripe desde 2013. Neste período, a Caixa de Assistência já vacinou mais de 40 mil advogados, em um esforço anual pela manutenção da saúde e da qualidade de vida da categoria. Assim como em todos os outros anos, a campanha de vacinação deve chegar a todas as subseções da OAB/RJ do estado.
– A vacinação contra a gripe faz parte de uma série de ações que traduzem a nossa visão sobre o papel da Caixa de Assistência, que é o de cuidar do advogado da porta do escritório para fora. A imunização ajuda a garantir sua saúde, o que lhe permite mais tempo com a família, um trabalho com mais qualidade, mais integração com os colegas. Este é o nosso objetivo – aponta o presidente da Caarj, Marcello Oliveira.

Este ano, a já tradicional Campanha de Vacinação contra a Gripe da Caarj fará parte de um movimento nacional, encampado pela Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (Concad), na maior campanha de imunização de advogados da sua história. Em todo o país, serão vacinadas 200 mil pessoas. “Vimos o desespero das famílias na epidemia de gripe no ano passado, e este ano nos preparamos para amparar o advogado ainda mais. Mesmo que ocorra um surto como em 2016, as Caixas de Assistência estarão preparadas”, disse o presidente da Concad, Ricardo Peres.

A programação completa das atividades no mês de abril pode ser conferida neste link:  http://caarj.org.br/2017/04/12/caarj-da-inicio-a-campanha-de-vacinacao-de-2017/

domingo, 23 de abril de 2017

Prefeitura de Rio Bonito realiza chamada pública para Agricultura Familiar

A prefeitura de Rio Bonito, através das secretarias de Educação e de Agricultura, está realizando uma Chamada Pública para a aquisição de produtos da Agricultura Familiar. A lei determina que no mínimo 30% do valor repassado a estados, municípios e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) deve ser utilizado na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural.

Os agricultores interessados em participar da Chamada Pública precisam reunir a documentação conforme listada no edital e apresentar na secretaria de Educação (Rua XV de Novembro, 210 – Centro). Na lista estão frutas, verduras, legumes e cereais, entre outros. A Chamada Pública acontece de 19 de abril a 8 de maio, das 8 às 16 horas na Semec.

Fonte: Secom/RB.

Enfermeira Jane aponta vacinação e imunização como são setores fundamentais da Saúde

Flávio Azevedo
Nessa quarta-feira (19/04), a nossa reportagem conversa com a coordenadora do setor de Vacina e Imunização da Prefeitura de Rio Bonito, a enfermeira, Jane Lima. Na pauta, um balanço sobre a campanha de vacinação contra a febre amarela, que imunizou cerca de 41 mil pessoas em Rio Bonito; a campanha contra a influenza, que começou no último dia 17; aspectos relacionados a quem pode ou não pode ser vacinado; a importância do cartão de vacinação para crianças e adultos; entre outros temas. 

Há 23 anos coordenando o setor de vacinação da Prefeitura de Rio Bonito, a enfermeira, Jane Lima; é uma das profissionais mais qualificadas dos quadros da Saúde do município. Nesse papo com ela, muita informação importante foi deixada para a população. Vale à pena conferir!

Prefeitura de Rio Bonito promove jogo "Servidor Azul"

Flávio Azevedo
Inspirado no macabro game “Baleia Azul”, a Prefeitura Municipal de Rio Bonito, que diz estar em “Calamidade Financeira”, lançou o jogo “Servidor Azul”. Segundo as nossas fontes, os participantes devem desempenhar tarefas estranhas como trabalhar sem ser remunerado; assinar memorandos e documentos públicos, sem estar nomeado; participar gratuitamente de mutirões de pintura e limpeza de unidades de Saúde e Educação; defender a intransigência do prefeito; entre outras árduas missões.
- Todos cumprem essas tarefas pensando na última missão que é fazer o processo seletivo simplificado já na condição de aprovado. Dezenas de pessoas têm participado desse game! - conta um participante do “Servidor Azul”, que pede para não ser identificado, por ter medo de represálias por parte dos curadores do game

Vestibular do Cederj oferece mais de 7 mil vagas em universidades públicas

Denilson Santos
Já estão abertas as inscrições para o Vestibular do Cederj 2017.2, que disponibiliza 7.159 vagas em 15 cursos de graduação a distância nas Universidades Públicas do Estado do Rio de Janeiro. Para os candidatos que vivem longe das instituições de ensino, é uma ótima oportunidade de ingresso nas as universidades que formam o Consórcio Cederj: UERJ, UFRJ, UFF, CEFET, UENF, UFRRJ ou UNIRIO. As inscrições irão até o dia 11 de maio no site (http://cederj.edu.br/vestibular/), mediante o pagamento da taxa de R$ 85.

As 7.159 vagas estão distribuídas pelos Cursos de Bacharelado em Administração (711 vagas), Administração Pública (400) e Engenharia de Produção (400); Cursos de Tecnologia em Gestão de Turismo (250), Segurança Pública (360) e Sistemas de Computação (529); e Cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas (871), Física (375), Geografia (240), História (250), Letras (300), Matemática (830), Pedagogia (1.040), Química (318) e Turismo (285).

Para esse Vestibular do Consórcio Cederj/Fundação Cecierj, com ingresso no 2º Semestre de 2017, o Polo Regional UAB/Cederj de Rio Bonito dispõe de 131 vagas, sendo 41 na Licenciatura em Matemática/UFF, 30 na Licenciatura em Pedagogia/Unirio, 30 no Curso de Tecnologia em Sistemas Computação/UFF e 30 no Curso de Tecnologia em Segurança Pública e Social/UFF.

Os Polos da Fundação Cecierj estão localizados em todas as regiões do Estado do RJ, nos Municípios de Angra dos Reis, Barra do Piraí, Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Cantagalo, Duque de Caxias, Itaguaí, Itaocara, Itaperuna, Macaé, Magé, Miguel Pereira, Natividade, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Paracambi, Petrópolis, Piraí, Resende, Rio Bonito, Rio das Flores, Rio de Janeiro (Campo Grande e Rocinha), Santa Maria Madalena, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São Gonçalo, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Três Rios e Volta Redonda.

As aulas ocorrem no modelo semipresencial, com acompanhamento didático e avaliações nos 32 polos da Fundação Cecierj. Os estudantes deverão comparecer ao Polo pelo menos duas vezes por semestre para fazer as provas. De acordo com o Curso, pode ser necessária a presença no Polo mais vezes, para participar de aulas em Laboratórios. O material didático é fornecido gratuitamente (nos formatos online e impresso) e o Diploma é emitido pela universidade consorciada sem distinção da educação presencial.

CEDERJ – O Consórcio Cederj pertence à Fundação Cecierj, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social. É formado por sete instituições públicas de ensino superior: CEFET, UENF, UERJ, UFF, UFRJ, UFRRJ e UNIRIO, e conta atualmente com mais de 40 mil alunos matriculados.

Fonte: Secom/RB.

sábado, 22 de abril de 2017

Prefeitura de Rio Bonito promove novo processo seletivo para área da Saúde

Flávio Azevedo
O "Conexão Flávio Azevedo" desse sábado (22/04), aborda o novo processo seletivo simplificado que será promovido pela Prefeitura de Rio Bonito para o provimento de vagas na Secretaria Municipal de Saúde. A publicação do Edital está no jornal Gazeta Rio Bonito. As inscrições acontecem na próxima segunda-feira (24), entre 09h e 17h. Como aconteceu no último certame, as vagas são todas para Cadastro de Reserva.

Os cargos disponibilizados são os seguintes: Agente Comunitário de Saúde (para algumas localidades), Guarda de Endemias, Cuidador de Saúde II, Oficineiro, Auxiliar de Serviços Gerais (Farmácia Popular do Brasil), Condutor de Motolância - SAMU, Auxiliar de Saúde Bucal - ASB, Técnico de Enfermagem - ESF, Técnico de Enfermagem UPA/SAD, Assistente Social - UPA, Farmacêutico - UPA, Enfermeiro UPA/SAD/EMAD, Fonoaudiólogo UPA/SAD, Nutricionista UPA/SAD, Farmacêutico Co-Responsável (F.P.Brasil), Enfermeiro - ESF, Odontólogo - ESF.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vereador de Rio Bonito diz que carro da Prefeitura é usado em atividade particular

Flávio Azevedo
O vereador Humberto Belgues durante explanação na Câmara Municipal
Usar veículo oficial para atividades particulares é um problema antigo do Brasil. Por aqui, 90% das pessoas que ocupam cargos públicos, em qualquer função ou posição hierárquica dos poderes, pensam que a coisa pública é uma extensão dos seus quintais.

Há cerca de dois meses, um dos filhos do prefeito de Rio Bonito denunciou o uso de um veículo oficial realizando atividades particulares. Nessa quinta-feira (20/04), o vereador Humberto Alexandre Belgues (PSL); também abordou o assunto. Segundo o parlamentar, mesmo após o desabafo do filho do prefeito, o Fiat Toro da Prefeitura segue sendo usado como carro particular.
A sessão completa e outras críticas que foram feitas ao poder Executivo estão disponíveis na minha Fanpage e no nosso canal no YouTube (https://youtu.be/EkXUYrKGMtQ).

Bandidos explodem Banco do Brasil de Tanguá

Flávio Azevedo
Para a vagabundagem não tem feriado. Na última semana, durante a Semana Santa, ladrões foram presos assaltando a Loja CEM, no Centro de Rio Bonito. Nessa madrugada (21/04), por volta das 3h30min, marginais explodiram o Banco do Brasil de Tanguá, na expectativa de roubar o conteúdo dos caixas eletrônicos. Todavia, a Polícia Militar da cidade estava a postos e impediu a ação. Segundo as nossas fontes rolou até troca de tiros entre os policiais e os bandidos, que fugiram. Essas é a terceira vez, somente esse ano, que o Banco do Brasil de Tanguá é vítima da ação de marginais.

Para não cair no esquecimento, eu gostaria de lembrar que há muitos anos eu falo sobre o crescimento da violência em nossa Região. Há muitos anos eu venho dizendo que a crescente violência não é problema de Polícia, porque não se faz Segurança apenas com policiamento. Há anos eu venho dizendo que a classe política precisa se mexer nessa direção.

Apesar disso, parte daqueles que integram a classe política prefere me chamar de “apocalíptico” e alguns caras de pau chegam dizer serem “mentirosas”, as minhas reportagens, onde eu noticio roubos e assaltos. Infelizmente, por questão de interesse, até alguns integrantes das forças policiais adotam essa postura, para agradar o vagabundo do político safado.

Ou as autoridades da nossa Região, e aqui eu falo diretamente dos prefeitos, tomam vergonha na cara, assumem o papel de liderança de suas cidades; e se consorciam para esse enfrentamento, ou será necessário o cidadão se armar para enfrentar a marginalidade. Alô Direitos Humanos, nós estamos precisando de ajuda! Vivemos dentro de nossas próprias casas apreensivos e com medo!

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Game “Baleia Azul” preocupa famílias e autoridades

Flávio Azevedo
Uma das tarefas do game é desenhar uma baleia no corpo com gilete ou faca. Outra tarefa é andar na beira do terraço de um prédio com mais de 10 andares e filmar para comprovar!
Desde a primeira semana de abril, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio está investigando a rede de cibercriminosos que convencem crianças e adolescentes a participar do jogo “Baleia Azul”. O participante do jogo precisa cumprir 50 etapas, que vão desde a “assistir filmes de terror” a “desenhar, com estilete, uma baleia no braço”. O suicídio seria a última etapa do game.

Mas por que um jovem teria o interesse ou a curiosidade de participar de jogo assim? “Baleia Azul” é na prática um pacto de suicídio, é como se alguém abraçasse o desafio para tomar coragem de chegar ao último ato, o definitivo. A psicóloga Tânia Guimarães, especialista em adolescentes acredita que o jogo é um gatilho para jovens que tem problemas emocionais ou distúrbios mentais.

A delegada Fernanda Fernandes acredita que um aplicativo é utilizado no repasse das mensagens e acrescenta que milhares de pessoas estão praticando o jogo no Brasil. O advogado e perito em Direito Digital, José Antônio Milagre; disse que caso alguém seja interpelado pelos cibercriminosos deve salvar as mensagens.
– É importante preservar chats para que possam servir de base para eventual medida para apurar autoria e responsabilizar os criminosos – orientou.

O primeiro relato sobre o jogo “Baleia Azul” com desdobramento fatal foi na Rússia, em 2015. Uma jovem de 15 anos cumpriu a última tarefa e pulou do alto de um edifício. Dias depois, uma adolescente de 14 anos se atirou na frente de um trem. Os episódios chamaram a atenção das autoridades e a investigação mostrou que as vítimas integrava um grupo que participava de um desafio com 50 missões.

No Brasil, uma menina de 16 anos morreu no Mato Grosso após se afogar em uma lagoa na região central de Vila Rica, a cerca de 1,2 km de Cuiabá. A principal suspeita da polícia é a de que a jovem, que apresentava cortes nos braços, participava do jogo da “Baleia Azul”. A polícia brasileira também investiga a participação de alunos de João Pessoa, na Paraíba, em grupos de automutilação e morte, além das denúncias de que os curadores do game estariam ameaçando os jovens que tentassem desistir dos desafios. Jogos que apresentam riscos letais viraram moda entre muitos adolescentes. No ano passado, um garoto de 13 anos morreu após se enforcar na casa do pai, no litoral sul da capital paulista.

Em reportagem sobre o assunto veiculada no jornal O globo, especialistas listaram seis medidas que pais, responsáveis e professores devem observar e buscar perceber nas crianças e adolescentes diariamente.

Mudança de comportamento
Os pais devem estar atentos a mudanças bruscas de comportamento dos filhos, o que pode ser um sinal de que a criança está sofrendo, não está sabendo lidar com o sofrimento. É possível que a criança não tenha confiança contar o que está acontecendo.

Demonstra interesse ajuda
Para perceber que a criança está enfrentando problemas, é essencial que os pais se interessem por sua rotina. Segundo especialistas, esse deve ser um ato genuíno, não momentâneo por causa do jogo. Em casos de crianças e adolescentes que tentam chamar atenção dos pais, a preocupação repentina deles pode motivar a seguir jogando e ingressar em outras situações de provoquem risco ao seu bem estar. 

Diálogo constante
As conversas com os filhos, sobretudo os adolescentes, pode não ser fácil, mas os pais devem abrir canais para que eles se sintam confortáveis em compartilhar suas angústias e se sintam protegidos.

Vulnerabilidade
Jovens e adolescentes com baixa autoestima e sem vínculo familiar fortalecidos são mais vulneráveis a armadilhas como o jogo da “Baleia” Azul.

Confiança
Os jovens precisam de pessoas de confiança para compartilhar seus anseios e frustrações, seja na escola ou na família.

Participação da escola
As escolas podem ajudar na prevenção de situações de risco, identificado entre os alunos os mais vulneráveis a se engajarem em jogos como esse e conscientizando os estudantes sobre a importância da vida. A percepção de que crianças e adolescentes estão ingressando nesses caminhos nem sempre é fácil, porque em muitos casos os pais se recusam a acreditar que o filho possa estar entre tantos que precisam de ajuda. Muitas famílias ainda acham que situações como essa só acontece com os outros.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Programação do aniversário de Rio Bonito ainda é desconhecida

Flávio Azevedo
Os festejos pelo aniversário de Rio Bonito, que será celebrado no próximo mês de maio, foi alvo dos comentários do vereador Humberto Belgues (PSL) na Sessão Legislativa da última quinta-feira (13/04). Ele destaca que até, agora, nenhuma publicação e informação sobre a realização de algum evento foi feita pela Prefeitura. Humberto destaca ser isso preocupante por conta dos prazos que precisam ser cumpridos. Para o vereador, a possibilidade de que ocorram irregularidades como as que se viu no Carnaval é grande.
– Não tem processo aberto, mas por conta da grandiosidade do evento (mais de mil pessoas), questões legais precisam ser cumpridas, solicitações precisam ser feitas com 30 dias de antecedência, licitações precisam ser realizadas, ritos precisam ser respeitados... A não ser que seja igual o Carnaval, quando o município ofereceu o espaço a pessoa comprava a barraca com alguém, para que esse alguém ganhar um dinheirinho – diz o parlamentar, acrescentando que “para liberar processos que eles têm interesse (pagar Kombi, lixo etc.), eles colocam os processos embaixo do braço e as coisas se resolvem”.

Num aparte, o vereador Edilon de Souza Ferreira, o Dilon de Boa Esperança (PSC) comentou que recebeu informações de que os festejos serão realizados com “dinheiro do bolso”. Ao que o parlamentar fez alguns questionamentos. “Vão trazer não sei quem, não sei quem, tudo com dinheiro do bolso... Mas do bolso de quem?”, ironizou. O vereador aproveitou a ocasião para perguntar “por que não pagam o salário de quem trabalhou em dezembro e ainda não recebeu?”.

Indiretamente, o vereador Humberto Belgues mostra o amadorismo de quem comanda a Prefeitura de Rio Bonito, um cenário que não é novo e se repete nas administrações que se revezam há pelo menos 25 anos.
– Mesmo que um empresário da cidade esteja querendo pagar os festejos de aniversário do município do próprio bolso, um processo precisa existir, porque estamos gerindo a coisa pública. Lá no finalzinho, o empresário tem que dizer: “ao município de Rio Bonito, eu estou doando X para poder contratar Jorge & Matheus, Anita”, quem for que eles trouxerem – porque cada hora vem um aí –, mas têm que ter um processo, os ritos precisam ser respeitados – afirma.

Show de humor em Rio Bonito com Magno Navarro

Flávio Azevedo
Essa semana (dias 19 e 20) Rio Bonito recebe, no palco do Lona na Lua, o humorista, Magno Navarro, com o espetáculo "Magnitude"! Navarro foi semifinalista do "Prêmio Multishow de Humor 2016" e do concurso "Quem Chega Lá? 2017", do Domingão do Faustão. Nesse vídeo, além de você ver um pouquinho do "Cheddarson", o Navarro faz um convite especial para você assistir o "Magnitude", no Lona na Lua. O ingresso custa R$15! Vamos prestigiar!

Gato em cima do muro só leva pedrada!

Flávio Azevedo
Atenção você que vive me mandando vídeos sobre desmandos e falcatruas no governo federal e estadual! Larga a mão de ser trouxa, porque já tem muita gente falando sobre esses assuntos. Eu quero ver você falando sobre os desmandos em Rio Bonito. Quero ver a sua opinião sobre o governo horroroso que acabou em dezembro e esse governo assumiu e está igual. Sobre Lava Jato, reforma da previdência etc., eu vejo na Globo.

Também não quero saber do ex-prefeito de Araruama, que governa por osmose; e não me interessa se a mulher dele foi cassada! Deixe que o povo de Araruama fale disso! Vamos tratar de Rio Bonito, vamos pensar os problemas de Rio Bonito, deixe a frouxura de lado e empregue a indignação que você direciona a Lula, Dilma, Aécio, Chiquinho, Cunha, Temer, Picciani e companhia; aos assuntos de Rio Bonito!

Servidores que não receberam da Prefeitura de Rio Bonito precisam fazer manifestação

Flávio Azevedo
Nessa terça-feira (18/04), deverão comparecer a Câmara de Vereadores de Rio Bonito, para prestar esclarecimentos sobre uma série de assuntos, os secretários de Administração e Fazenda, João Luis Balbino e Glauco Azevedo, respectivamente. Entre as perguntas que serão formuladas aos secretários, certamente estará o questionamento sobre o pagamento de pessoas que trabalharam em dezembro de 2016 e ainda não receberam. Penso que a presença de quem está nessa condição é importante! A reunião começa às 18h30min.

Aos que não estão inteirados sobre esse assunto, eu quero destacar que desde janeiro esse tema tem sido amplamente debatido na Câmara de Vereadores e nas minhas mídias. Aliás, até Fanpage da Prefeitura, no Facebook; as pessoas questionam esse pagamento.

Assim, eu aproveito a oportunidade para dar uma sugestão a quem está nessa situação: Que tal uma boa manifestação na porta da Prefeitura, com bastante barulho, para cobrar o tal pagamento? Se organizem, façam uma manifestação com direito a panelaço! Cobrem os seus direitos, esqueçam o choramingo via mídias sociais e abandonem o costume de usar a mídia e os políticos contrários ao governo como muleta! E vamos que vamos!

Professor Gilcemar Hohemberger aborda a importância dos valores na Educação

Flávio Azevedo
Nessa segunda-feira (17/04), a nossa reportagem conversou com o professor, Gilcemar Hohemberger, que leciona na Escola Criar. Com formação acadêmica nas áreas da Filosofia e da Teologia, o professor Gil, como é chamado, apresentou projetos que tem desenvolvido com apoio da Escola Criar e discorreu sobre vários temas relacionados a Educação de maneira fascinante. Entre os temas abordados está a "família", assunto que ele abordou com brilhantismo na Reunião de Pais realizada no último dia 29 de março pela Escola Criar, uma das referências em Educação do município de Rio Bonito.

Prefeitura de Rio Bonito segue dando calote na galera do Pelc

Flávio Azevedo
No último dia 23 de março, a Câmara de Vereadores de Rio Bonito aprovou mensagem que autorizava a Prefeitura efetuar o pagamento dos profissionais que prestam serviço ao Programa Esporte e Lazer da Cidade (Pelc), paralisado há meses, porque há bastante tempo a Prefeitura não paga o pessoal que atua no programa.

Vale acrescentar que os ‘boca abertas’ de plantão e “baba mandioca” já estavam espalhando, que o pagamento não acontecia por culpa dos vereadores. Pois bem! A aprovação aconteceu dia 23/03, e, hoje, dia 17/04, a galera continua a ver navios, mesmo com os recursos sendo aprovados há cerca de um mês.

Outra informação que gira nesse meio é que o prefeito José Luiz Antunes (PP); pensa em utilizar o recurso do Pelc, cerca de R$ 1,2 milhão, na reformar de quadras, o que é proibido, uma vez que o recurso do Pelc não contempla esse tipo de melhorias. Outras fontes afirmam que a ideia do prefeito é fazer o pessoal que presta serviço ao Pelc desistir, para que novo pessoal (logicamente a galera do time do prefeito) seja contratado, o que não seria novidade em se tratando de política.

Na boa, o nosso prefeito, que sempre teve como característica a teimosia, depois da cobertura que teve do poder Judiciário para ocupar a chefia do poder Executivo (liminar na madrugada, no plantão judiciário etc.) parece ter ficado ainda mais teimoso. O cara está parecendo o Faraó do livro de Êxodo! Quanto mais as pragas caiam sobre o Egito, mais o coração do Faraó se endurecia.

O Silêncio dos 'nada' inocentes

Flávio Azevedo
Prefeitos de “rabo preso” não podem defender a cidade que acham comandar. É claro que os salafrários encastelados no governo estadual, federal e nos palácios de (in) Justiça; adoram gente que está no poder por conta de algum favor. Funciona assim: com o “rabo preso” não é possível cobrar investimento em Segurança, Saúde, Educação, Transporte, Cultura, Esporte etc. Se gritar o sujeito é convidado a se retirar, porque processos parados há 10 anos misteriosamente começam tramitar.

A ex-prefeita de Rio Bonito, por exemplo, dona de uma ficha corrida extensa em todas as instâncias da Justiça Eleitoral, para não perder o seu último mandato teve que ficar quietinha diante das mentiras contadas por gente grande do Estado e do governo federal. No caso dela abrir o bico significa ficar sem a bênção do Napoleão e seus pedidos de Vistas e adiamentos que a mantiveram no cargo até o fim do mandato.

Saiu a ex-formiga entrou a ex-mandioca (agora, ele é chamado de Quiabo), que governa sentado sob uma liminar, instrumento jurídico que suspendeu os efeitos da sessão da Câmara de Vereadores que rejeitou as suas contas em 2013. A liminar oferecida pelo desembargador Siro Darlan, num plantão judiciário, durante a madrugada; hoje, é uma espécie de “mordaça”. Caso o “Quiabo” comece criar caso, os pauzinhos mexidos para autorizar a sua irregular participação no pleito poderão ser mexidos para que ele deixe o cargo em dois tempos.

Assim, se você está preocupado com a insegurança que assola Rio Bonito, com a Saúde que não vai bem, com as dívidas do Estado com o município (UPA e Darcy Vargas); com a grana que não chega para o Esporte, Lazer, Cultura, Habitação; com as escolas estaduais que perderam turnos e turmas; prepare-se para viver sob essa apreensão pelos próximos quatro anos. Talvez, em 2021, se você não devolver a Prefeitura para a ex-formiga (essa possibilidade é grande), nós tenhamos um novo cenário em Rio Bonito! Até lá vamos aguentando isso aí que a maioria escolheu! 

Conselho de Segurança de Rio Bonito pode encerrar atividades

Flávio Azevedo
Num tempo em que Rio Bonito enfrenta muitos roubos, assaltos e furtos. Numa época que o tráfico se fortalece através da "mão de obra" de indivíduos olhados pela Lei como menores, eu fico sabendo, através do contador José Balbino, que o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Rio Bonito está com os dias contados. Segundo Balbino, que integra o comando do Conseg, a principal razão para o desaparecimento desse Conselho é a "ausência das pessoas".

A cidade de Rio Bonito que se apresenta no Conselho de Segurança é tranquila, pacata e não sofre com roubos e assaltos. A população não comparece, não reivindica, não denuncia e não participa do Conseg, para que através dos seus testemunhos, as autoridades se sintam pressionadas a tomar decisões no sentido de oferecer Segurança. 

Aliás, se as pessoas não comparecem é porque está tudo certo! Ao que parece que é mais confortável ficar choramingando no Facebook, um ótimo canal de informação, mas que nunca será um Fórum legítimo para se tomar decisões sobre esse e qualquer outro tema.

Por outro lado, a ausência do 1º setor (representantes do governo) nas reuniões de qualquer Conselho, entre eles o Conseg, mostra que os governos ficam satisfeitos quando esses mecanismos de representatividade popular não funcionam na sua plenitude, sobretudo quando eles são apenas consultivos e não deliberativos.

Se eu acho estranho tudo isso? De forma alguma! Vejo com naturalidade. Não é possível ser diferente disso, quando a sociedade é composta em sua esmagadora maioria por gente de espírito colonizado; e liderada por políticos que são verdadeiros senhores feudais!

Seguem os roubos e assaltos em nossa Região!

Flávio Azevedo
Para quem ainda acha que Rio Bonito e os municípios vizinhos seguem sendo cidades tranquilas, onde ainda se amarra cachorro linguiça, as nossas fontes e o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) confirmam outro roubo de veículo, também nesse domingo (16/04). Aliás, a vagabundagem não dá trégua nem na Páscoa! Dessa vez, os marginais levaram um Ônix, cor vermelha, placa KRF – 6604 (Rio Bonito).

Com o veículo roubado, os marginais assaltaram, por volta das 19h45min (horário na foto), o posto de combustível Retiro dos Bandeirantes, no Km 39, da Rodovia BR – 101, em Tanguá. Na foto, o carro roubado e frentistas atônitos com a ação dos marginais.

Meus cumprimentos ao governador do Estado e aos nossos prefeitos frouxos, verdadeiros cães que não sabem ladrar!

sábado, 15 de abril de 2017

Rio Bonito segue inseguro e sem representatividade!

Flávio Azevedo
O "Conexão Flávio Azevedo" de Páscoa, produzido nesse sábado (15/04), aborda a questão da insegurança que aflige Rio Bonito há bastante tempo. Ontem a Loja CEM foi assaltada por marginais chilenos. Hoje, mais um carro foi roubado no Centro da cidade. O aumento da violência segue sem solução, porque as pessoas pensam que a Segurança se faz apenas com policiamento. “Cadê a polícia?”, é o frequente questionamento.  

Convém destacar que as questões que envolvem o combate a insegurança e a violência são mais profundas. No caso de Rio Bonito, por exemplo, elas estão diretamente ligadas a falta de representatividade política de quem tem a função de tomar decisões! A Polícia é apenas uma das ferramentas de combate a violência. Além dela é preciso ter monitoramento, estrutura, valorização e conscientização da própria sociedade.

Políticos “cesta básica” e gente com o mandato comprometido se tornam reféns dos seus próprios erros e tornam-se inoperantes no que tange a defender o município da incoerência e incompetência do governo do Estado. A verdade é que quando o político tem rabo preso no Judiciário, ele perde o cargo no dia seguinte, se peitar os desmandos estaduais e federais.

Rio Bonito sofre nas áreas de Segurança (o tema em pauta), Educação, Saúde, Mobilidade, Habitação, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Econômico, porque ao longo dos últimos 25 anos é governado por pessoas que pensam olhando para o retrovisor, quando deveriam estar olhando para as coisas que diante de nós estão.

Centralização de poder; cerco de puxa sacos e pela sacos; governo que visa beneficiar meia dúzia de parentes e amigos; ausência de arrojo nas políticas públicas; distribuição de cesta básica e colchonete; frases de efeito onde deveria haver reflexão; e aversão a ideias e sugestões, sobretudo se vierem de gente que pensa e que não faz parte da panela política, digo, do grupo político. É por conta dessas peculiaridades que Rio Bonito segue no marasmo e se mantem um parque de diversão para ladrões, criminosos e meliantes de toda ordem.

Acrescente a essa sopa tenebrosa o tradicional FluxFlu político que impera na cidade com a finalidade de mudar as coisas para que elas continuem do jeito que estão, sobretudo no que tange a quem fica rico e quem segue miserável. Curiosamente, quem se atrever a enxergar essa lógica (pensar fora da caixinha) é ‘excomungado’ e rotulado como “desagradável” pelos cestas básicas que pensam serem donos dos seus narizes, quando no fundo são meros garotos de recado dos grupos econômicos locais.

Enquanto os riobonitenses que poderiam contribuir para mudar esse cenário tentam se acomodar dentro dos seus egos, a violência cresce, as pessoas estão sem Saúde, a Educação está calamitosa e a população sem perspectivas. #flavioazevedo 

Presos furtando Loja CEM de Rio Bonito

Flávio Azevedo
Os marginais foram presos por policiais militares da 3ª CIA da PM.
Nem na Semana Santa a vagabundagem tira folga. Um trio chileno foi preso na madrugada desse sábado (15/04), por tentativa de furto da Loja CEM, no Centro de Rio Bonito. Os ladrões tentavam levar eletrodomésticos, mas foram surpreendidos por policiais militares. Alguns produtos chegaram a ser retirados do estabelecimento, mas foram recuperados. Parabéns aos policiais!

PS: como se não bastassem ter que aturar vagabundos de fabricação nacional, agora, nós temos que enfrentar marginais importados. Era só o que nos faltava!

A “Sexta-feira da Paixão” e os seus signos

Flávio Azevedo
Foi por... Você!
Dentro da Semana Santa, a sexta-feira é denominada pelos cristãos como “sexta-feira da paixão”, uma referência ao sofrimento e morte de Jesus Cristo. Segundo o relato bíblico, o filho de Maria e José foi traído com um beijo por um dos seus discípulos, sofreu na mão dos inimigos, foi crucificado e morreu por volta das 15h de uma sexta-feira (por isso o nome “sexta da paixão”). Os soldados não acreditaram na sua morte, porque os crucificados, às vezes, levavam cinco dias agonizando antes de morrer. Jesus, porém, morreu logo depois de ser pendurado na cruz. Suspeitando de blefe, um dos soldados cravou-lhe uma lança no abdome.  

A verdade é que Jesus não morreu pelas lesões físicas. A sua causa mortis foi o peso dos pecados da humanidade que colocados sobre Ele. O verdadeiro sofrimento de Jesus era emocional e mental. Seguindo a lógica do profeta Isaías, para quem as nossas iniquidades separam Deus do homem (Isaías 59), a sensação que Jesus tinha era de que estava separado de Deus. Por ter assumido os pecados do mundo, Jesus não conseguia sentir a presença de Deus. Essa sensação era tão desesperadora, que antes de morrer e dizer “está consumado”, Ele exclamou “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”.

Jesus foi colhido da cruz e sepultado na tumba de José, que por ter nascido em Arimatéia, uma cidade da Judéia, era chamado “José de Arimatéia”. Esse homem era rico, senador e membro do Sinédrio (uma espécie de suprema corte dos judeus). A Bíblia relata que José de Arimatéia era simpático às ideias de Jesus e frequentemente visitavas lugares onde sabia que encontraria Jesus. Mas agia com discrição. Através da influência política de José de Arimatéia e de Nicodemos, outro fariseu simpático às ideias de Jesus; o seu corpo foi recolhido, sepultado e passou o sábado descansando conforme o mandamento.

Nessa sexta (14/04/2017), por conta da Semana Santa, eu vi muita gente fazendo postagens sobre o sofrimento de Jesus e sua morte, episódios que estão inseridos num contexto maior que podemos chamar de “História da Redenção”. O apóstolo João, no seu evangelho, escreveu que Jesus “veio para o que era seu e os seus não o receberam”. Mas o apóstolo completa e escreve que “a todos quantos o receberam, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus”.

O autor do livro de Hebreus, no Novo Testamento, prefacia o livro dizendo que “havendo Deus, outrora, falado muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas; nestes últimos dias nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo”. Para quem entende Jesus como alguém que assumiu a sua condenação e mesmo assim não se preocupa em honrá-lo, o autor de Hebreus, no capitulo 2, verso 3, escreve: “como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?”.

Fecho estas reflexões com o conselho de outro apóstolo, Pedro: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. (1º Pedro 5:6-7). Diante das encruzilhadas da vida, quando não sabemos que direção tomar, buscar Jesus ainda é o melhor a fazer. Aliás, Ele disse: “vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve (Mateus 11.28-30). Boa Páscoa!

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Conheça mais sobre a “Lagoa Azul de Tanguá”

Flávio Azevedo
Assunto que tem gerado muitos comentários nos últimos dias em nossa Região, a “Lagoa Azul” de Tanguá, tem sido a pauta de muitas rodas de conversas, sobretudo em Tanguá, onde está localizada. Uma postagem no Facebook atraiu a atenção das pessoas para o local, mas o espaço já estava sendo frequentado pela garotada, sobretudo no último verão. A nossa reportagem conversou sobre o tema com a vereadora, Aline Pereira (PP); que na última segunda-feira (10/04), tratou o assunto na tribuna da Casa Legislativa tanguaense. 

Em Tanguá, a “Lagoa Azul” divide opiniões. Se algumas correntes defendem que o local seja aberto a visitação, ao Turismo e para pesquisas; outras já afirmam ser perigoso frequentar o local, porque o espaço está supostamente contaminado com uma série de elementos químicos, fruto da ação empresa Mineração Sartor, a proprietária do local.

A cavidade onde, hoje, é a famosa “Lagoa Azul” é fruto da exploração da Fluorita, mineral abundante no território de Tanguá, que é usado na siderurgia como fundente, na obtenção do ácido fluorídrico de onde se retira flúor e ítrio. A fluorita também é importante para a indústria de vidros, esmalte, instrumentos ópticos e cerâmica.

Segundo especialistas e artigos científicos disponíveis na internet, a fluorita é pouco tóxica, não sendo irritante para a pele ou para os olhos. Os estados mais abundantes em fluorita no Brasil é o Rio de Janeiro, precisamente em Tanguá; Santa Catarina, Paraná e Bahia. Na entrevista concedida a nossa reportagem, a vereadora Aline Pereira mostra preocupação com a segurança de quem frequenta o local, alerta que o acesso pela mata também é arriscado (a pessoa pode ser picada por uma serpente) e recomenda que a Prefeitura de Tanguá dê atenção ao assunto e pense na possibilidade de abrir o local a visitação.

Futevôlei foi a atração do domingo em Rio Bonito

Flávio Azevedo
A dupla campeã, Victor e Blaublau; com as organizadoras, Bruna e Monique.
Depois da grande final do Fute7, disputada nesse sábado (08/04), no Complexo Poliesportivo Bonitão, em Rio Bonito, a atividade esportiva do dia seguinte (domingo/09) foi o Futevôlei. Foram 16 duplas disputando uma premiação de R$ 1,5 mil. A bola subiu na quadra de areia do Bonitão pela manhã. A grande final aconteceu por volta das 16h. 
As duplas finalistas foram Victor e Blaublau (Cabo Frio) e Maradona e Teteu (São Fidélis). A partida foi muito disputada e o título da competição ficou com a dupla, Victor e Blaublau, que venceu com placar apertado: 22x20. Na terceira colocação, a dupla de Copacabana, Leo e Fernandão.

Nessa reportagem, um trechinho do jogo final, entrevista com os campeões, com a dupla vice-campeã e com as organizadoras do torneio, que prometem outras competições ao longo do ano, inclusive, para outras modalidades esportivas.
A dupla vice-campeã, Teteu e Maradona. 
A dupla, Léo e Fernandão; ficaram em terceiro lugar no torneio.