terça-feira, 29 de abril de 2014

Caravana Palavra de Paz visita Rio Bonito

Flávio Azevedo 
O município de Rio Bonito recebeu na noite do último dia 17 de abril, na Praça Dr. Astério Alves de Mendonça, no Centro, a “Caravana Palavra de Paz”, que é capitaneada pelo ex-governador, Antony Garotinho. Além do sorteio de brindes como bíblias e CDs, a Caravana promoveu a apresentação de cantores evangélicos como Kleber Lucas, Beatriz, Jairo Bonfim, Pâmela, Perlla, Os Arrebatados; músicos locais, como a cantora Karol Lima; entre outras participações.

Durante a sua fala, o ex-governador Garotinho, na Caravana chamado de “Irmão Garotinho”, comentou que esse projeto de evangelismo é realizado por ele há cerca de 20 anos. “Já percorremos quase todo Brasil, nos últimos anos intensificamos esse trabalho nos municípios do Estado do Rio de Janeiro e, hoje, estamos tendo o prazer de estar em Rio Bonito”.

O evento, prestigiado por uma multidão que lotava a Praça Dr. Astério Alves de Mendonça, contou com a presença de líderes religiosos, da deputada estadual, Clarissa Garotinho (filha do ex-governador); toda família de Garotinho (aniversariante do dia seguinte); do ex-vice-prefeito do município, Matheus Neto; do atual vice-prefeito, Anderson Tinoco, o Andinho; e do presidente do diretório municipal do Partido da República (PR), João Paulo Romanelli.

Mais cedo, o ex-governador, hoje, deputado federal, esteve na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), onde dialogou com empresários e comerciantes de Rio Bonito. O principal tema da conversa foi impostos estaduais e incentivos fiscais para a classe. Ele também visitou o Hospital Regional Darcy Vargas (HRDV); e conheceu o Espaço Cultural Lona na Lua, local que ele conversou com um público formado basicamente por artistas, estudantes e educadores. Garotinho respondeu perguntas sobre políticas públicas de incentivo e fortalecimento para os setores como Cultura e Educação.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Parceria Prefeitura/SESC promove lazer na Praça Cruzeiro no Dia do Trabalhador

Flávio Azevedo 
No próximo dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, a Prefeitura Municipal de Rio Bonito, através da Secretaria de Esporte e Lazer, está preparando uma programação de destaque para o riobonitense. O local escolhido foi a Praça Adonir Siqueira, na Praça Cruzeiro, que vai receber uma série de atividades lúdicas e recreativas.

Para fortalecer as atividades oferecidas o município fechou parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC), que entre 9h e 14h vai promover animação, jogos cooperativos e brincadeiras populares. Também serão oferecidos brinquedos gigantes e oficinas de esportes como Badminton e Tênis-de-mesa. O espetáculo “Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças", é outra atração que promete atrair, sobretudo do público infantil.

De acordo com a organização do evento, serão oferecidas ainda, oficinas de artesanato sustentável, de cartonagem, de tye-die com empreendedorismo e horta suspensa. A entrada é franca e aberta a toda população riobonitense.

Banana neles Daniel!

Flávio Azevedo 
Ironicamente, Daniel Alves pegou a banana que foi jogada contra ele e comeu a fruta.
Ao ser atingido por uma banana, jogada no campo para chamá-lo de macaco, Daniel Alves, lateral da Seleção Brasileira e do Barcelona, respondeu o insulto comendo a fruta, numa imagem que está girando o mundo. O episódio ocorreu no estádio El Madrigal do Villareal, contra quem jogava o Barcelona, equipe defendida pelo nosso Daniel. Várias personalidades, inclusive o jogador Neymar, tiraram fotos comendo banana, numa demonstração de solidariedade ao atleta brasileiro.

Eu, porém, não vou tirar foto comendo banana nenhuma, porque prefiro lembrar aos tais europeus, que se não fossem os “macacos” da América do Sul e Central, talvez o velho continente não existisse mais. Digo isso, porque durante séculos os países europeus sobreviveram a inúmeras crises e guerras, simplesmente porque as suas dispensas eram as Américas.

E isso continua acontecendo, inclusive no futebol, que na Europa só movimenta quantias tão vultosas, porque os “macacos” da América do Sul jogam em seus gramados. No Barcelona, por exemplo, a estrela da companhia é um macaco argentino (Messi), equipe que ainda conta com os “macacos” Neymar e Daniel Alves, todos eles, estrelas das seleções de seus países.

Apesar da nossa pouca Educação, nós ainda podemos evoluir. Já os tais europeus, só conseguirão, como já está acontecendo em países como a Grécia – em menor escala Espanha e Portugal – evoluir para o caos social e econômico.

Informações dos principais programas de esportivos dessa segunda-feira (28/04), um dia depois do acontecido, é que o Villareal encontrou o torcedor que atirou a banana em Daniel Alves. O cube teria retirado o carnê de sócio desse elemento e proibido, para sempre, o acesso desse sujeito ao estádio El Madrigal, onde ocorreu esse lamentável episódio.

Polícia prende “Gordo do BNH”

Flávio Azevedo
Policiais militares de Rio Bonito prenderam nesse domingo (27/04), por volta das 12h30min, no bairro Monteiro Lobato (BNH), Janderson da Silva, o Gordo do BNH. Com ele, os policiais encontraram cerca de 300g de cocaína, 41 sacolés da droga, um tablete de maconha e dinheiro. 

Já há algum tempo havia um mandado de prisão expedido para ele, que estava sendo procurado pela Polícia. Além de responder pela droga encontrada com ele no momento da prisão, Gordo do BNH também é suspeito de ser o responsável pelo tráfico de drogas na localidade. 

domingo, 27 de abril de 2014

Emoção e belos lances marcam II Copa de Futebol Society

Flávio Azevedo 
Nadinho, autor de dois gols, domina a bola durante a partida desse domingo.
Golaços, lances bonitos, tensão nos dois tempos e uma partida que teve o placar indefinido do início ao fim. Esse foi o clima da partida entre Valdemir Contabilidade e Bonitinho, em rodada válida pela II Copa de Futebol Society, categoria “Veteranos”, na manha desse domingo (27/04), que terminou com o placar de 4x4. O jogão encheu os olhos de quem compareceu ao Rio Bonito Atlético Clube (RBAC).

Aroldo, Cesinha e Déo (2), foram os autores dos gols da equipe da Valdemir Contabilidade, time que joga sob a supervisão do contabilista, Valdemir Siqueira. Já o Bonitinho, que contou com os incentivos do deputado estadual Marcos Abrahão, contou com os gols de Marcos Oliveira, Nadinho (2) e Erivelton.

Mais cedo, pela categoria “Master”, Esporte Clube Fluminense e Bonitinho fizeram um jogo movimentado. O Esporte Clube Fluminense venceu pelo placar de 2x0. Os gols da equipe tricolor foram marcados por Fantico.

A competição terá prosseguimento no próximo dia 11 de maio. Na categoria “Master” se enfrentam Valdemir Contabilidade x Bonitinho (9h). Já na categoria “Veteranos”, Beiço Material de Construção mede forças com a equipe do Bonitinho (10h). As partidas também serão disputadas no RBAC.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

População leva puxão de orelhas no Conselho Comunitário de Segurança

Victor Hugo Ximenes 
Observado pelos demais integrantes da Mesa Diretora do CCS, o delegado (à direita) faz ponderações sobre a violência em Rio Bonito.
A população de Rio Bonito tem reclamado bastante nas ruas e nas redes sociais do aumento da violência na cidade. Poucos, porém, se interessam em saber a real situação em que o município se encontra; quem são as lideranças que comandam a Polícia Militar e a Polícia Civil; e quais são as medidas que estão sendo tomadas para reduzir a criminalidade.

A reunião do último Conselho Comunitário de Segurança (CCS), ocorrida na sede da 35ª Subseção da OAB, no dia 8 de abril, foi um desses dias que valeu a pena comparecer. Estiveram presentes, todas as lideranças que comandam a segurança pública na cidade. O Tenente Anderson Sodré, da Polícia Militar; Alédio Espíndola, diretor do Departamento Municipal de Trânsito; Alex Santos, diretor da Guarda Municipal; e o delegado titular da 199ª DP, Carlos Eduardo Almeida. Este último, aliás, chamou atenção dos presentes com seu jeito franco e direto de falar.

De acordo com o delegado, operações em conjunto das Polícias Civil e Militar continuarão sendo realizadas com o intuito de apreender armas, drogas e veículos irregulares. Muitas prisões estão acontecendo. Estamos trabalhando intensamente e estou praticamente morando em Rio Bonito. As dificuldades me impulsionam e não vou deixar que limitações e críticas atrapalhem meu trabalho. Tem traficante aqui vendendo sacolé de quatrocentos, quinhentos reais”.  Ele acrescenta que “em relação ao roubo de veículos, 36% dos carros recuperados são encontrados em São Gonçalo e as operações vão continuar sem dia e horário marcado no intuito de coibir esses roubos”.

Boatos atrapalham

Tanto o delegado Almeida quanto o Tenente Sodré foram unânimes ao criticar os boatos que atrapalham o trabalho das forças de segurança, dentre eles o de que há traficantes armados na cidade. Eles foram duros ao criticar a população nesse aspecto.
– A própria população está se autodestruindo, repassando boatos que levam ao pânico. Isso só traz terror. Vamos juntos construir uma coisa muito sólida. Já rodei todos os cantos da cidade e não vi uma arma – disse Almeida. Para o tenente Sodré cria-se boatos que não são nem de longe o que está acontecendo. Vivemos uma onda de pânico que não é real”.

O delegado falou ainda a respeito das prisões que sua equipe tem feito. Todo o esforço que fazemos está resultando em prisões. Desafio qualquer um a fazer uma denúncia que não seja apurada e investigada. Quero vender a expectativa de que esse município vai melhorar, mas tem que haver empenho da população. Não existe condições de haver toque de recolher em alguns lugares. É mentira! Os senhores estão comprando uma ideia falsa, por exemplo, a de que estão vendendo drogas nas escolas. Não existe lugar onde não se possa entrar e Rio Bonito não tem traficante que coloque em risco a segurança da população.   Desafio quem vai ficar na minha frente se dizendo dono de algum lugar. O delegado finalizou convidando toda a população a ser aliada da polícia, levando à delegacia o que for procedente e verdadeiro.

Quebra Molas

Sobre os quebra molas que foram instalados na cidade, e que segundo alguns, são excessivamente grandes, Espíndola afirmou que os mesmos se encontram dentro dos parâmetros estipulados por resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran); destacou que os equipamentos são do tipo dois (3,70m de largura por 10 cm de altura) e lembrou que o tamanho se fez necessário porque os menores não impedem o excesso de velocidade dos veículos. Ele revelou que “em breve uma campanha educativa voltada para os motoristas será realizada no município”.

A próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança está marcada para o dia 13 de maio, às 19 horas, na sede da OAB, na rua Desembargador Itabaiana de Oliveira, em frente ao prédio do antigo Fórum.

Fonte: Secom/RB.

Rio Bonito divulga as atrações dos festejos pelos seus 168 anos de emancipação político administrativa

Flávio Azevedo

O MC Andrezinho Shock é uma das atrações.
Agora é oficial. A Secretaria Municipal de Cultura de Rio Bonito anunciou na tarde dessa quinta-feira (25/04), os artistas que irão participar das comemorações pelos 168 anos de emancipação político administrativa do município. As festividades já começam nessa terça-feira (29/04), com a apresentação da cantora gospel, Aline Barros.

No dia seguinte (30/04), a Banda XicoChico, que abre o show para o MC Andrezinho Shock. No dia do trabalhador (1º de maio), o Grupo Raiz do Sana é atração da noite. Já o Bonde do Forró anima a noite do dia 2 de maio. Os festejos continuam no dia 03/05, com duas atrações: “Filhos da Noite” e “Estratégia”. A programação de shows será encerrada no dia 4 de maio com “Tá no Clima” e “MC Marcinho”.

Os shows acontecerão no Espaço de Eventos da Mangueirinha, com início sempre às 20h. Nos intervalos a animação é com DJ Bocão. Os eventos serão retomados no dia 7 de Maio, quando acontece o tradicional Desfile Cívico (8h); e a Sessão Solene, realizada pelo poder Legislativo, a partir das 19h, no Esporte Clube Fluminense. Na ocasião, serão ofertados a pessoas de destaque na sociedade de Rio Bonito, os “Títulos de Cidadão Riobonitense” e a “Medalha do Mérito Legislativo Carlos Cordeiro”.

Segundo os organizadores do evento, no Espaço de Eventos da Mangueirinha haverá ainda um Parque de Diversões e a Tenda Mix, opções privadas.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Capoeiristas em contagem regressiva para o 21º Encontro Nacional de Capoeira

Flávio Azevedo 
O município de Rio Bonito sedia pela 21ª vez, entre os dias 9 e 10 de maio, o Encontro Nacional de Capoeira, que conta com o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Cerca de 200 capoeiristas de todo país são aguardados para o encontro, que será realizado no Esporte Clube Fluminense, no Centro da cidade.

Na sexta-feira (09/05), a partir das 17h, o Encontro terá início com um “Aulão Infantil”, destinado aos praticantes iniciantes e capoeiristas com idade entre seis e 14 anos. No dia seguinte também ás 17h, o evento será aberto com a tradicional roda de Capoeira composta por mestres e professores convidados. Nesse dia também ocorrerá premiação das competições ocorridas durante esses dias.

A programação será encerrada com um show de Maculelê, do Grupo de Capoeira Rio Bonito.

Fonte: Secom/RB

Atletas de Rio Bonito entre os melhores do ano no Kickboxing

Flávio Azevedo 
A equipe de Kickboxing da Academia da modalidade do Rio Bonito Atlético Clube (RBAC) voltou a ser notícia no último dia 15 de março, quando os atletas, Rafaela Castilho e Márcio Ribeiro receberam o troféu “Melhores do Ano” de 2013. Eles foram premiados nas categorias, Point Fight Feminino (Rafaela) e Full Contact Masculino (Márcio). A premiação é promovida pela Federação de Kickboxing do Estado do Rio de Janeiro. A premiação ocorreu no Clube Tamoio, em São Gonçalo.

São avaliados e participam da premiação, apenas atletas que conseguem ser campeões estaduais e sul-americanos. Além de Rafaela e Márcio, também concorreram Ronaldo Oliveira, Thiago Castilho e Wallace Fernandes. Os votos para se saber quem são os melhores vem dos presidentes das Associações de Kickboxing do Estado. Segundo o regulamento, os professores não podem votar nos próprios alunos.

De acordo com Ronaldo Oliveira Augusto, presidente da Associação de Kickboxing de Rio Bonito, pioneiro na divulgação da modalidade em Rio Bonito, e líder da Academia desse esporte no RBAC, “a premiação serve como motivação para os outros atletas do grupo que é liderado por ele”.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Meu irmão James, homenageando o nosso, agora, saudoso pai

Lançamento do livro de papai, em 07/07/2011, na Pinacoteca Municipal Antônio Benevides Filho, no Centro de Rio Bonito. O meu irmão, James Azevedo, emocionou a todos nós com a canção "Pai", de Fábio Júnior. Lindo!

Observando o vídeo, eu também vejo outros rostos saudosos. Por exemplo, o Sr. Moraes, ao lado da amiga da nossa família, Ilza Maciel; e o eterno líder do Grupo de Serenata Lua Branca, Mauro Prevot.

Depois do 1° FastBADriba, riobonitenses se preparam para competição estadual de badminton

Flávio Azevedo 
O Ginásio Antônio Figueiredo, no Rio Bonito Atlético Clube (RBAC), sediou no último dia 19 de abril, o 1° FastBADriba. A organização foi da professora de Educação Física, Christina Lorenzi, pioneira na prática do esporte no município. De acordo com a organização do Festival, cinco torneios possíveis dentro da modalidade foram disputados em quatro quadras, montadas exclusivamente para a ocasião. “Uma manhã de muita alegria, muito Badminton e interação entre pais e filhos”, escreveu Lorenzi em seu perfil no Facebook.

A organizadora do Festival agradece o apoio da diretoria e funcionários do RBAC e os patrocinadores. Na ocasião, Christina Lorenzi também anunciou a participação de atletas que praticam Badminton em Rio Bonito numa competição promovida da Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ). O evento acontece no próximo dia 26 de abril, também no Ginásio Antônio Figueiredo.

Vamos prestigiar!

Continuamos e continuaremos sendo assaltados

Flávio Azevedo 
Recebemos a notícia de que alguns jovens foram assaltados na Rua Manoel Duarte, próximos a Padaria Guimeshe, no último dia 21 de abril. Os marginais estavam armados, usavam motocicletas e levaram os celulares das vítimas. Na verdade, a mesma história que estamos noticiando há anos.

Não somos especialistas em Segurança Pública, mas acreditamos que a implantação de cancelas em todas as entradas e saídas da cidade, certamente, diminuiria esse tipo de ação em quase 100%. Alguém vai perguntar: "por que a Prefeitura não faz isso?". Simples, por que a Prefeitura também precisa ouvir, e, por vezes, atender, aqueles que ficam ofendidos quando se aventa a possibilidade de criar mecanismos que realmente diminuiriam a violência.

E, somente para a nossa reflexão, deixamos outra pergunta: por que alguns que querem nos fazer acreditar que são pessoas de bem, rejeitam projetos que realmente combateriam o crime? Essas pessoas tem medo de que? Acham que os dispositivos pegariam quem?

Bom, quando nos livrarmos dos caras de pau que temos em nossa sociedade – e eles não são poucos – os problemas sociais que enfrentamos deixarão de existir.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

As mãos de Francisco

Flávio Azevedo 
No último dia 18 de abril eu as vi pela última vez. As mãos de Francisco, meu pai, que depois de lutar contra tumores no fígado, por quase um ano, foi vencido pela gravidade da doença e nos deixou de forma prematura. Aquelas mãos, que tinham algumas pintas, coisa natural a nossa família, juntamente com todo aquele corpo forte e sadio fizeram história e escreveram muitas histórias, algumas delas imortalizadas nos livros, “Retalhos da Vida” e “Histórias e Lendas em Foco”, obras que mantém vivo o seu talento.

Eu era bem pequeno quando conheci aquelas mãos. Lembro que ainda muito menino, o telhado da nossa casa, feito de telhas francesas, sempre que chovia apresentava algumas goteiras. Papai, com aquelas mãos vigorosas, empunhava algumas ferramentas e como o “Homem Aranha”, ele escalava as paredes até chegar ao telhado e resolver o problema.

Lembro-me daquelas mãos fortes me levantando, me colocando no colo e, posteriormente, me ajeitando no cangote, onde eu viajava de primeira classe pela Serra do Sambê. As mesmas mãos guiavam o carrinho de mão que seguia cheio de alguma coisa até algum lugar, para retornar com dois ilustres passageiros: meu irmão e eu (isso era sempre).

Mãos que também me davam algumas palmadas e merecidos puxões de orelha (eles sempre eram precisos). Papai tocava um sítio, na Serra do Sambê, onde cultivava bananeiras. No fim do dia aquelas mãos estavam cobertas de nódoas de banana. Ele, calmamente, usava limão e areia para esfoliar as mãos, que em alguns minutos estavam ‘rosadas’ como se ele estivesse chegado do escritório.

Aquelas mãos fizeram carinho nos filhos, acariciaram Dona Selma (minha mãe)... Eu vi as mãos do meu pai empunhando toda sorte de instrumentos musicais, sendo que elas demonstravam maior desenvoltura ao tocar violão, guitarra e o afamado bandolim. Ele manuseava qualquer tipo de ferramenta, sobretudo aquelas destinadas ao serviço braçal. Contudo, aquelas mãos fortes e firmes, também construíam obras artesanais e miniaturas admiráveis.

As mãos de Francisco também sabiam trabalhar na cozinha. E que tempero! Que combinações! Que sabor elas conseguiam dar aos alimentos que preparava. Aquelas mãos rijas também se fechavam quando o pai estava indignado e percebia ser preciso defender e proteger os filhos, a família. Aquelas mãos pareciam a do "Tarzan", por vezes, eu achava que elas eram do "Fantasma", mas nunca as vi com o tradicional anel da caveira, que é usado pelo tal personagem dos quadrinhos.

Pilotando uma bicicleta (eu geralmente estava na garupa), um carro, cavalgando, empinando pipa, moendo cana, varrendo o quintal, cuidando das plantas, preparando remédios caseiros para nós... As mãos de Francisco faziam inúmeras atividades. Elas também construíram casas, ergueram muros, quebraram pedras, abriram fundações, prestaram socorro... E nos últimos dias aquelas mãos acariciavam o seu rosto macilento, nos momentos de fadiga, desanimo, enfado, dor, desconforto e cansaço, sintomas de que a doença, aos poucos, roubava-lhe a vida.

Concluo esse texto chorando. Mas o coração dolorido confia e tem esperança de que um dia eu reencontrarei o meu pai. Essa fé, porém, só é possível, pelo que mais vi as mãos de Francisco fazer: folhear a Bíblia, livro que papai estudava diligentemente. Além de pesquisar o livro sagrado, os ensinamentos adquiridos ali eram transmitidos aos filhos e a todos. As mãos de Francisco, que eu vi sobrepostas pela última vez no dia 18 de abril; e que eu segurei entre as minhas nos últimos momentos de sua vida, certamente, num futuro, que julgo não estar muito distante, estarão abertas e vivas para receber Jesus, quando este voltar a esse mundo para resolver sérios problemas, entre eles, a morte.

Nessa ocasião, eu espero que o meu pai seja ressuscitado para receber Jesus. Ele terá um corpo renovado e sadio! É nesse contexto que eu espero ser abraçado e cumprimentado por aquelas mãos que voltarão a ser firmes e vigorosas, mas, agora, eternamente! Amém!

domingo, 20 de abril de 2014

Os significados da Páscoa

Flávio Azevedo 
Chocolates, ovos de Páscoa, canjica, queijos, vinhos, peixes como, por exemplo, o bacalhau, são alimentos típicos da Semana Santa. Mas o que é a Semana Santa? São os últimos sete dias da Quaresma. E o que é Quaresma? Trata-se de um período religioso católico-cristão, que começa na Quarta-Feira de Cinzas e termina no Domingo de Páscoa. Mas, e o que é tudo isso? Bem, primeiro vamos salientar que os símbolos sem significado, o comércio fez questão de massificá-los. Já os símbolos importantes são abordados superficialmente.

De acordo com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Quaresma surgiu entre os católicos por volta do ano 350 D.C. e compreende os quarenta dias que antecedem a ressurreição de Jesus Cristo, que se comemora no Domingo de Páscoa. Nesse período, o católico deve comparar a sua vida com a de Cristo, inclusive se está praticando os exemplos deixados por Ele.

A celebração da Semana Santa começa no Domingo de Ramos. A história conta que os judeus pensavam que a missão de Jesus era libertá-los do domínio romano. Por isso, na sua chegada a Jerusalém, as pessoas jogavam ramos aos seus pés, como se ele fosse um rei. Esse domingo pretende rememorar esse acontecimento. Na quinta-feira seguinte, Jesus participou de uma ceia com os discípulos, e os católicos celebram também nesse dia, a Ceia do Senhor, que também é conhecida como Lava Pés. Naquela noite, Jesus foi preso e no dia seguinte, sexta-feira, depois de muito suplício foi crucificado e morto, às 15 horas. Isso explica porque na Sexta-Feira comemora-se a Sexta-Feira da Paixão.

No dia seguinte é o Sábado de Aleluia. Durante a noite, o costume é celebrar a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal (vela) é aceso e resulta em cinzas, significando que o homem veio do pó e ao pó voltará. Também no Sábado de Aleluia é o dia de malhar o Judas. Um momento almejado por todos devido a diversão que envolve o simbolismo. Convém lembrar, que Judas foi o discípulo de Jesus que traiu o Mestre ao vendê-lo por 30 moedas de prata. Cheio de remorso, Judas se enforcou no Campo Acéldama. Representando esse sofrimento de Judas, um boneco de pano recheado de bombinhas é confeccionado. Depois disso, esse boneco é pendurado, surrado e queimado pela população. Os rituais se encerram no domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa.

Entretanto, judeus e protestantes em geral, utilizam a data somente para aproveitar a receptividade das pessoas à religião. Para esse grupo, a origem da Páscoa está no capítulo 12, do livro de Êxodo, que narra a luta dos descendentes de Jacó (israelitas) para deixarem o Egito. A bíblia narra essa história, dizendo que os hebreus foram escravos na terra dos faraós por 430 anos. Passado esse tempo, Deus levantou Moisés para libertar o povo, que só foi liberado depois que 10 pragas castigaram os egípcios. A Páscoa teve relação com a décima praga, que consistia na morte de todos os primogênitos, inclusive dos animais.

A forma de evitar a visita do Anjo Destruidor era simplesmente uma questão de fé. O chefe da casa deveria sacrificar um cordeirinho, que seria assado e comido com ervas amargas e pão sem fermento. Além disso, o sangue do cordeiro deveria ser borrifado nos umbrais da porta, porque a instrução do Anjo Destruidor era poupar as casas que apresentassem esse sinal. O nome Páscoa foi dado a celebração religiosa anual, que era realizada entre os hebreus, para lembrar o dia da libertação do cativeiro egípcio. As ervar amargas simbolizava a amargura da escravidão e o pão sem fermento uma vida sem pecado.

Mas o principal simbolismo da festividade era o cordeiro sacrificado, que significava Jesus, o Filho de Deus, que morreu para salvar a humanidade separada de Deus pelo pecado. Convém ressaltar, que essa conclusão final, não é compartilhada pelos judeus, que não reconhecem Jesus como o salvador do mundo. Além disso, também convém lembrar que sorrateiramente, o coelho substituiu o verdadeiro símbolo da ocasião, que é o cordeiro.

Anos mais tarde, o capitalismo a fim de captar dinheiro introduziu a figura do ovo, do coelho de Páscoa e do chocolate. O ovo é um significado antigo, que simboliza nascimento ou vida nova. Daí sua associação à Páscoa: a Ressurreição de Jesus também indica o princípio de uma nova vida e a redenção da humanidade. Os egípcios e persas costumavam tingir ovos com as cores primaveris e os davam a seus amigos. Os persas acreditavam que a Terra saíra de um ovo gigante. Portanto, essa comemoração não é do cristianismo.

Por ser um dos primeiros animais que aparecem depois de um longo e tenebroso inverno, o coelhinho de Páscoa simboliza a mudança de inverno, onde a natureza está murcha, para a primavera, onde a vida já renasceu. Além disso, como os coelhos são animais que se reproduzem com facilidade e em grande quantidade, resolveram em determinada época da Idade Média, associar o animalzinho a ressurreição de Jesus – que veio restaurar a relação rompida entre a humanidade e Deus. Esse coelho também é um sincretismo religioso.

O componente mais concorrido da Páscoa é o “Theobroma”, nome dado pelos gregos ao alimento que conhecemos como chocolate, que era chamado de “alimento dos deuses”. Já para os Maias e Astecas, o chocolate era tão sagrado quanto o ouro. Eles acreditavam que o alimento possuía poderes afrodisíacos e aumentava o vigor de quem os utilizava. Por isso, ele geralmente era reservado aos governantes e soldados. Com a consolidação do capitalismo, o chocolate tornou-se uma da suas grandes ferramentas de consumismo, que tratou de comercializar o produto. A superstição desses povos foi transformada em certeza nos tempos modernos, quando a ciência constatou o poder energético do alimento.

Independente da interpretação de cada um, que nessa Semana Santa nós possamos refletir sobre a importância da fraternidade em nossas vidas. Que o exemplo deixado pelo Cordeiro de Deus, sacrificado por mim e por você, no Monte Calvário, em Jerusalém, nos oriente em nossas decisões de cada dia. Boa Páscoa!

sábado, 19 de abril de 2014

Francisco Azevedo Ribeiro...

Francisco Azevedo, meu pai, no meu programa de Rádio (O Tempo em Rio Bonito), promovendo o lançamento do seu primeiro livro "Retalhos da Vida"
... O poeta, o escritor, o músico, o escultor, o artesão, o trovador, o letrista, o pregador, o pai... O irmão, o tio, o esposo, o amigo, o vizinho... Mas de qual Francisco eu quero falar? Eu peço licença para falar do Francisco pai... Meu grande companheiro e grande fã... Um incentivador... O sujeito que, para mim, sempre tinha uma palavra de otimismo diante das adversidades.

Um dia... O Francisco pai juntou todas as outras virtudes e escreveu um rápido poema. Escreveu em rimas, como era o seu estilo. Ele disse que “nas arquibancadas da vida ele estava na primeira cadeira a me aplaudir”.

Meu pai era a primeira pessoa que ouvia, pacientemente, os meus textos. Era o meu primeiro leitor, o meu primeiro ouvinte... Meu grande companheiro! Hoje, um dia depois do seu sepultamento – e para o resto da minha existência –, eu olho para a tal arquibancada e vejo um lugar vazio... O lugar do meu velho, que de velho não tinha nada! Era mais intrépido e mais ágil do que eu... Que sou 28 anos mais moço que ele.

Aquele lugar vazio na arquibancada da vida nunca mais será ocupado. Sempre... No sucesso ou no fracasso, eu irei olhar aquele lugar na esperança de ver aquele sorriso encorajador me dizendo “é isso aí filhão, vai enfrente, não desista”, mas ele não vai estar lá... Estará apenas na minha lembrança.

Amigo leitor, a vida é muito curta! Como escreveu o grande poeta, não tão brilhante como o meu pai, Renato Russo, “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”.

Para os mais jovens, uma sugestão: não deixe de ouvir os conselhos do seu pai... Não deixe de obedecer as suas recomendações, para que no momento da despedida você tenha a consciência tranquila e se despeça de um amigo. “Quanta coisa podia ser dita a minha mãe ou ao meu pai?”, é o que já ouvi muitas vezes um filho dizer durante um funeral. Aí já é tarde, porque o homenageado não pode ouvir.

Que Deus me de força e me ajude a preencher o vazio que já estou sentindo. Não terei mais aquele abraço firme, aquele aperto de mão forte e, sobretudo, aquele incentivador “é isso aí filhão!”. Portanto, você que tem o seu pai, a sua mãe... Não perca tempo! Aproveite para amá-los enquanto estão juntos de você!

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Meu pai... O músico, escritor, poeta e compositor, Francisco Azevedo



Nesse dia o pai foi descoberto por uma equipe de pesquisadores da Secretaria Estadual de Cultura. Como ele ficou feliz! E nós também ficamos, ao vermos o encantamento dele! Te amo para sempre meu pai!

Sexta-feira da Paixão

Flávio Azevedo 
A cruz para os romanos era símbolo de suplício e castigo. Para a humanidade, porém, ela representa oportunidade de salvação.
Na página 83 do livro “O Desejado de Todas as Nações”, obra assinada por Ellen G White, a escritora faz o seguinte comentário: Far-nos-ia bem passar diariamente uma hora a refletir sobre a vida de Jesus. Deveremos tomá-la ponto por ponto, e deixar que a imaginação se apodere de cada cena, especialmente as finais. Ao meditar assim em Seu grande sacrifício por nós, nossa confiança nEle será mais constante, nosso amor vivificado, e seremos mais profundamente imbuídos de Seu espírito”.

Portanto, a “Sexta-Feira Santa”, como muitos falam, não é apenas um feriado onde se deve passar o dia comendo canjica, peixes e imaginando os ovos de Páscoa que chegarão no “Domingo de Páscoa”. Outras pessoas chamam a data de “Sexta-Feira da Paixão”, que nada tem haver com os casais apaixonados que se deliciam com a tradicional troca de chocolates da ocasião.

A palavra “paixão” remete ao sofrimento de Jesus, que segundo a Bíblia, deveria sofrer e morrer crucificado. O relato sagrado garante que o sacrifício do “Filho de Deus” é o único caminho para a salvação da humanidade, que deveria receber justo castigo por ter escolhido desobedecer a Deus e se sujeitar ao Diabo (história de Adão e Eva/Gênesis 3).

Os relatos que falam sobre a crucifixão de Cristo afirmam que Jesus morreu a hora nona, o que podemos compreender como 15h. No livro de Mateus (27.45), o apóstolo conta que entre 12h e 15h houve trevas sobre a terra. Essa escuridão é uma representação do quanto o pecado é pernicioso. Ele é tão ruim que foi capaz de matar o Filho de Deus. Para o homem, porém, essas trevas prenunciam salvação. Elas sinalizam que Jesus venceu o conflito entre o bem e o mal. Essa vitória oportuniza a salvação a quem quiser.

No seu evangelho, João reproduz as palavras de Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai se não por mim” (João: 14-6).

Se nesse momento eu falo, através desse texto, com alguém que passa por um grande sofrimento... Alguém que por forças das circunstâncias está sendo forçado a acreditar que Deus o abandonou... Alguém que sofreu uma perda... Enfrenta uma desilusão... Eu quero dizer que eu também passo por momento semelhante... Para nós resta apenas meditar no que escreveu S. Pedro, na sua primeira carta: “Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse. Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis” (I Pedro: 4-12 e 13).

Que Deus nos abençoe!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Espaço privado nos festejos que celebram aniversário de Rio Bonito preocupa vereador

Flávio Azevedo

O vereador Cláudio Fonseca de Moraes
O vereador Cláudio Fonseca de Moraes, o Claudinho do Bumbum Lanches, na sessão Legislativa da última semana, fez um alerta ao poder Executivo, quanto ao gerenciamento das atividades que serão oferecidas durante os festejos promovidos pela Prefeitura Municipal em comemoração ao aniversário da cidade. De acordo com o parlamentar, “tem existido um conflito entre os espaços, público e privado, nos últimos anos”.

Ele argumentou que “no ano passado, as atividades do palco principal eram encerradas muito cedo, sobrando apenas, como atração, a “Tenda Mix”, um espaço que é preciso pagar para entrar”.
– É bom que as pessoas entendam que eu não sou contra a Tenda Mix e nada tenho contra o empresário responsável por essa atração. Eu só não acho justo que as atividades no palco principal se encerrem às 23h ou 24h... E a festa continue até às 5h na Tenda Mix, onde é preciso pagar para entrar – disse o vereador. Ele sugeriu que a programação aconteça até às 2h e “a partir daí quem quiser continuar festejando na Tenda Mix, que prestigie o espaço”.

Para justificar a sua preocupação, o vereador apontou outras razões. De acordo com ele, “como o salário mínimo não tem poder de compra e a maior parte das pessoas em Rio Bonito têm essa remuneração, certamente vai ficar pesado, durante 3, 4 ou 5 dias, a pessoa ter que desembolsar uma quantia, “que não é barata”, para se divertir. “A entrada não é barata e se a pessoa estiver acompanhada, a despesa é dobrada”, comentou.

Ainda segundo o parlamentar, não é só os que buscam os shows que acabam prejudicados. “Os barraqueiros e toda a sorte de outros comerciantes que estão no local acabam amargando prejuízos, porque os valores cobrados para se montar uma barraca não altos, mas na hora de ganhar dinheiro a festa acaba, só resta a Tenda Mix, mas quem entra nesse espaço consome no interior da tenda, o que prejudica o barraqueiro”.
– Se o show principal acabou cedo, não tem problema, essa é a hora de prestigiarmos e incentivarmos os artistas locais, que certamente subirão ao palco e conseguirão manter a galera empolgada até o horário do encerramento, que penso deveria ser por volta das 2h – concluiu Claudinho, que espera melhor equilíbrio na programação desse ano.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Copa de Futebol Society Veteranos e Master pegando fogo em Rio Bonito

Flávio Azevedo 
A equipe Zaniboni lidera a competição e tem o artilheiro da Copa.
Depois de dois domingos de jogos pegados e disputados, quatro equipes lideram a II Copa de Futebol Society Veterano e Master de Rio Bonito. Com duas vitórias, 5x1 sobre o Bonitinho; e 7x0 sobre o Jacuba Esporte; o Zaniboni tem seis pontos e lidera isoladamente a categoria Master. Já o “Veteranos” é liderado por três equipes: Bonitinho, Beiço Material de Construção e Rio Ita.

O Bonitinho lidera pelo saldo de gols, alcançado na partida que venceu o Rio Ita (6x1), no último dia seis de abril. No mesmo dia, a equipe da Beiço Material de Construção venceu a representação da Valdemir Contabilidade (4x3). No último domingo (13/04), a equipe da Rio Ita se reabilitou e venceu a Raposa (2x0).

Os atletas Fábio Carvalho, da Beiço Material de Construção; e Marco Antonio, da Zaniboni, são os artilheiros isolados das competições. Com três gols, Fábio é o artilheiro do “Veteranos”. Já Marco Antonio, com cinco tentos, até agora, é o matador da categoria “Master”.
A equipe do Esporte Clube Fluminense enfrenta o Bonitinho (27/04), num confronto que está prometendo muita emoção.
No próximo dia 27 de abril, no Rio Bonito Atlético Clube, agremiação esportiva que sedia a competição, mais dois confrontos de arrepiar a partir das 9h. A primeira partida, válida pela categoria “Master”, é entre Esporte Clube Fluminense e Bonitinho. Já Valdemir Contabilidade e Bonitinho se enfrentam na categoria “Veteranos”.
                  Classificação


Petrobras abre inscrições para seleção pública de projetos esportivos educacionais

A Petrobras lançou, hoje (15/4), em sua sede, no Rio de Janeiro, a seleção pública de projetos esportivos educacionais, por meio da qual destinará R$ 45 milhões, no período de dois anos, a iniciativas de todo o país. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até 14 de julho, pelo site www.petrobras.com.br/ppec2014. Participaram da cerimônia o diretor Corporativo e de Serviços da Petrobras, José Eduardo Dutra, e o gerente executivo de Responsabilidade Social da companhia, Armando Tripodi.

Para o diretor José Eduardo Dutra, os projetos patrocinados pela companhia, sobretudo projetos de esporte educacional, são ferramentas de inclusão social para crianças e adolescentes, visando a torná-los cidadãos. “A Petrobras, desde 2004, inseriu a responsabilidade social em seu plano estratégico, e, por meio das seleções públicas para projetos sociais, ambientais, culturais e esportivos, já investiu, ao todo, R$ 746 milhões em 770 projetos em todo o país”, ressaltou o diretor.

Também esteve presente na cerimônia Jane Carsen, assessora de parcerias estratégicas do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD - Brasil, e Paulo Vieira, diretor da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, representando o Ministro Aldo Rebelo, entre outras autoridades e atletas que apoiam a iniciativa. “A Petrobras foca seu patrocínio na manifestação educacional do esporte, o que tem uma relevância enorme para o nosso país, porque não só cria alternativas saudáveis aos nossos jovens, mas nos possibilita detectar e formar talentos que no futuro serão ídolos do nosso Brasil. Isto coloca o esporte brasileiro num outro patamar”, afirmou Vieira.

Podem participar da seleção projetos que estejam sob responsabilidade de pessoas jurídicas de direito público ou de direito privado sem fins lucrativos, com pelo menos um ano de funcionamento, que tenham a promoção do esporte como uma de suas finalidades. Eles devem prever o atendimento direto de crianças e adolescentes, por meio de atividades esportivas educacionais e complementares, alinhadas aos princípios do esporte educacional: inclusão, construção coletiva, educação integral, diversidade e autonomia. Devem também realizar o acompanhamento da evolução no desempenho na educação formal dos participantes, priorizando crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social no Brasil.

A seleção será composta por triagem administrativa, avaliação técnica e econômica, comissão de seleção e, em última instância, por um Conselho Deliberativo. Participarão profissionais da companhia, técnicos e especialistas externos, representantes do governo, do Terceiro Setor, de universidades e da imprensa. A divulgação dos resultados está prevista para o segundo semestre de 2014.

O Programa Petrobras Esporte & Cidadania foi lançado em outubro de 2010 e, em seu segmento voltado para o esporte educacional, atualmente patrocina mais de 50 projetos distribuídos nas cinco regiões do país.

As caravanas

De 29 de abril até 5 de junho, serão realizadas caravanas em 26 estados e no Distrito Federal, para capacitar organizações sobre o roteiro de elaboração de projetos adotado pela Petrobras. As primeiras acontecerão em São Luís (MA), Manaus (AM), Santos (SP) e Macaé (RJ). A partir do dia 28, os interessados poderão ainda tirar suas dúvidas pelo atendimento on line, no sitewww.petrobras.com.br/ppec2014, onde também será divulgada a agenda das caravanas.

Prêmio de esporte educacional

Após o lançamento da seleção pública, foram divulgadas as dez iniciativas vencedoras, de um total de 1344 inscritas, na primeira edição do Prêmio Petrobras de Esporte Educacional. Lançado em 2013, ele vai destinar mais de R$ 500 mil a tecnologias sociais desenvolvidas por professores de instituições de ensino e organizações sociais de todo o país. A premiação contemplou as categorias Terceiro Setor, Universidade e Escola Pública, sendo oferecidos R$ 15 mil para o primeiro lugar de cada categoria; R$ 10 mil, para o segundo; e R$ 5 mil, para o terceiro.

Na categoria Prêmio Especial, o vencedor receberá um apoio de até R$ 500 mil para o desenvolvimento da tecnologia. O selecionado foi a tecnologia Vivências lúdicas no esporte, da Escola Estadual Altair Severiano Nunes de Manaus, do Amazonas.

Na categoria Terceiro Setor, os vencedores foram, respectivamente: Futebol de rua: uma nova visão do jogo, de São Paulo; Velozes do amanhã, de Mato Grosso do Sul; e Handebol em cadeira de rodas, do Paraná. Na categoria Universidade, foram: Perspectivas do esporte educacional pela pedagogia de projetos: diálogos pedagógicos, de São Paulo; Festival Escolar de Mini Atletismo, de Santa Catarina; e Nosso Caderno de Jogos e Brincadeiras, de Minas Gerais. Na categoria Escola Pública: Ping-Pong na quadra, do Rio Grande do Sul; Cadeirabol, uma experiência divertida, de Minas Gerais; e Das escolas da ginástica à ginástica alegria na escola, da Bahia.


As metodologias premiadas serão publicadas para disseminação gratuita em todo o país no sitewww.petrobras.com.br/premioesporte.

Operação especial na ViaLagos para o feriadão.

A ViaLagos recomenda aos motoristas que trafeguem com cautela e atenção pela RJ - 124.
A CCR ViaLagos montou um esquema especial para atender os motoristas que passarem pela ViaLagos durante o feriadão, que reunirá as festividades da Paixão de Cristo (18/04), Tiradentes (21/04) e São Jorge (23/04). A expectativa da Concessionária é que seja um dos períodos de maior movimento do ano na rodovia depois do carnaval. Cerca de 220 mil veículos deverão passar pela ViaLagos, a partir desta quinta (17/04) até a próxima quinta-feira (24/04). Os dias de maior fluxo na ida para a Costa do Sol serão a quinta (17) e a sexta-feira (18), com 33 mil e  47 mil veículos, respectivamen
te.

As equipes do SOS Usuário Mecânico e Médico estarão reforçadas no período para atender a demanda dos usuários. Elas estarão localizadas em pontos estratégicos da ViaLagos com viaturas de inspeção, guinchos, e ambulâncias UTI e de resgate, 24 horas por dia, prontas para garantir maior agilidade nos atendimentos. Na praça de pedágio, os papa-filas (arrecadadores volantes) agilizarão a passagem dos veículos nos horários de maior movimento.  

O DER-RJ prosseguirá com a Operação Radar Móvel para coibir o excesso de velocidade. Os locais de fiscalização serão devidamente sinalizados. A Polícia Militar Rodoviária também realizará fiscalizações ao longo da rodovia para proporcionar mais segurança aos usuários da ViaLagos. Painéis eletrônicos de mensagens orientarão sobre as fiscalizações, segurança e eventuais incidentes na rodovia.

A movimentação de retorno começa na segunda-feira (21/04), com a passagem de 23 mil veículos, mas a terça (22/04) e a quinta-feira (24/04) terão trânsito mais intenso, com 25 mil e 26 mil veículos, respectivamente.

Obras de implantação da divisória

Para não comprometer a fluidez do trânsito na rodovia no período, as obras de implantação da divisória metálica entre as pistas serão realizadas apenas nos horários de menor movimento e duas faixas de rolamento estarão liberadas no sentido de maior fluxo. É necessário redobrar a atenção e respeitar a sinalização e, principalmente, o limite de velocidade nos pontos sob intervenção.

Mais segurança: primeiras divisórias estão sendo instaladas na altura de Araruama

Quinta-feira (17/04): 33 mil veículos
Sexta-feira (18/04): 47 mil veículos
Sábado (19/04):  26 mil veículos
Domingo (20/04): 18 mil veículos
Segunda-feira (21/04): 23 mil veículos
Terça-feira (22/04): 25 mil veículos
Quarta-feira (23/04): 22 mil veículos
Quinta-feira (24/04): 26 mil veículos

Fonte: Ascom/ViaLagos

Ministério Público cumpre mandados de busca e apreensão em Silva Jardim

A Prefeitura Municipal de Silva Jardim, interior do Estado do Rio de Janeiro.
De acordo com notícias publicadas no site G1, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual cumpriu mandados de busca e apreensão de documentos e computadores na Prefeitura Municipal de Silva Jardim. A ação começou na manhã desta terça-feira (15/04). A suspeita é de que quatro pessoas, entre elas Ricardo Machado Mariath, que o G1 noticia como subsecretário de Comunicação, e a esposa dele, teriam fraudado processos licitatórios.

As investigações começaram em agosto do ano passado, depois que moradores de Silva Jardim denunciaram ao Ministério Público Estadual a não publicação dos editais de licitação do município. Os promotores descobriram que o então subsecretário municipal de comunicação, Ricardo Machado Mariath, abriu o seu próprio jornal, a “Tribuna Carioca”, para publicar os atos oficiais do município. Ele teria fraudado a contratação da própria empresa.

O jornal não tinha circulação e tinha como sede um escritório em Cabo Frio. Ricardo Mariath também é dono do jornal Nova Imprensa, no Centro de Nova Friburgo, mas, segundo o Ministério Público, o veículo não tem relação com o caso. O MP pediu o afastamento dele à Justiça.

O G1 entrou em contato com a prefeitura, mas até a publicação desta matéria não tinha obtido resposta. Várias ligações foram feitas para os números particulares de Ricardo Machado Mariath, mas todas as ligações foram encaminhadas para a caixa postal.

Fonte:G1

domingo, 13 de abril de 2014

CCR ViaLagos orienta professores de seis municípios em Educação no Trânsito e Meio Ambiente

A Concessionária CCR ViaLagos, em parceria com as Secretarias de Educação de Rio Bonito, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande São Pedro da Aldeia e Cabo Frio, está promovendo, entre os dias 01 e 15 de abril, o 1º Encontro Pedagógico do ano letivo 2014 do Programa Estrada para a Cidadania para aplicação do conteúdo Educação no Trânsito e Meio Ambiente nas salas de aula.

Mais de 865 educadores dos seis municípios participarão do treinamento. Equipes qualificadas realizarão os encontros ao longo do ano, para que os professores estejam em dia com o conteúdo do Estrada para a Cidadania - que adiciona à grade de turmas do 4º ano e 5º ano do ensino fundamental as disciplinas Educação para o Trânsito e Educação Ambiental. Os educadores ainda recebem sugestões de atividades em sala de aula e extracurriculares.

Este ano, Estrada para a Cidadania atende 865 professores e 16.500 mil alunos de escolas municipais de Rio Bonito, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio. A CCR ViaLagos oferece os livros de alunos e professores, as oficinas pedagógicas e promove ações de cidadania com os estudantes. Todo material pedagógico é exclusivo e também é produzido em braile para professores e alunos cegos. Com esta importante parceria com as secretarias de educação, o Programa contribui para o desenvolvimento de cidadãos mais conscientes no futuro.

Premiado em 2010 como o melhor programa de Responsabilidade Social pela IBTTA (International Bridge, Tunnel and Turnpike Association) – a mais importante associação internacional que reúne concessionárias de rodovias, Estrada para a Cidadania é o principal programa de responsabilidade corporativa do Grupo CCR.

Fonte: Ascom/ViaLagos.