segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Prefeita Solange Almeida visita emergência do Hospital Darcy Vargas

Flávio Azevedo

A prefeita Solange Almeida no saguão do Hospital Darcy Vargas de Rio Bonito.
Acompanhada do vice-prefeito Anderson Tinoco, a prefeita Solange Almeida (PMDB), visitou, no início da tarde dessa segunda-feira (30/09), o Hospital Regional Darcy Vargas (HRDV). O objetivo da visita foi apurar denúncias de que a instituição estava funcionando sem médicos no Pronto Socorro. Segundo a prefeita, “hoje, especificamente, o hospital está sem clínico geral”. Ela também recebeu informações que alguns funcionários da instituição estariam informando aos usuários, que “a falta de médicos está ocorrendo por que a Prefeitura não está repassando recursos para o hospital”. 

A prefeita desmentiu a informação; disse que os repasses estão rigorosamente em dia; e garantiu que a Prefeitura já repassou ao hospital, esse mês, cerca de R$ 1,7 milhão. O assunto, que na última semana foi tema de debate na Câmara de Vereadores, foi discutido, na última sexta-feira (27/09), numa reunião fechada entre os membros da diretoria do HRDV, vereadores, a prefeita e o secretário municipal de Saúde, Anselmo Ximenes.

Mais dinheiro

A prefeita comentou que desde que assumiu o comando da Prefeitura, além de pagar cerca de R$ 900 mil de dívidas que a antiga gestão deixou com o HRDV, ela também ampliou os repasses previstos no Plano Orçamentário Anual (POA), de R$ 1,4 milhão para R$ 1,7 milhão. “Pretendemos contratar mais serviços do hospital e isso significa a ampliação de mais recursos para o hospital, que precisa resolver essa questão da falta de profissionais no setor de emergência”, disse Solange, que lançou a campanha “Usem a UPA”.

– Eu sei que nós estamos acostumados com o Darcy Vargas, o brasileiro não é muito simpático a mudanças, mas nós precisamos usar a UPA, que está funcionando bem e tem recebido muitos elogios, principalmente na questão do tempo de espera. É uma unidade que também é nossa e os investimentos na UPA também são consideráveis, sobretudo em pessoal, porque precisamos atender cada vez melhor o cidadão, que sabe da minha preocupação com a Saúde – frisou a prefeita.

Um comentário:

  1. Poço sem fundo vai ficar mais largo, pois sem fundo vai continuar!

    ResponderExcluir